Advertisements

Rafael Duarte – Um exemplo de vida

rafael-duarte

Do blog “Os Geraldinos”

http://osgeraldinos.wordpress.com/2008/08/05/olimpiadas-o-sonho-de-milhares-de-atletas-pelo-mundo-rafael-duarte/

Rafael Duarte era marchador e ainda é o atual campeão brasileiro da marcha atlética 20k.

Depois de três anos lutando contra a leucemia, faleceu na noite de anteontem, enquanto brincava na piscina, já curado do câncer.

Olimpíadas! O Sonho de Milhares de Atletas Pelo Mundo – por Rafael Duarte

A China se prepara para celebrar a maior Olimpíadas de todos os tempos. E Beijing, uma das mais importantes e maiores aglomerações urbanas, porém conturbadas do planeta, vai sediar a maior festa do esporte. As instalações serão de proporções faraônicas e terão a mais bela e imponente estrutura de todos os tempos.

Acima de tudo, essa grande estrutura estará preparada para abrigar o maior numero de participantes da historias dos Jogos. Com 37 ginásios e estádios, um enorme e moderno terminal do aeroporto com um milhão de metros quadrados de área recém construída, e uma vila Olímpica preparada para receber 16 mil atletas.

Uma verdadeira população ocupará a capital chinesa nos praticamente 30 dias de competições.

A quantia é tão grande que os atletas só irão para as vilas olímpicas nos dias que antecederem as suas participações. Mesmo assim, o número de atletas que passarão por lá faz a primeira Olimpíada moderna de Atenas em 1896 parecer uma gincana inter-escolar de fim de semana (em questão numérica é claro!).

Mas acreditem! Essa enorme quantia de participantes terá uma torcida quatro vezes maior de compatriotas atletas que não se classificaram em suas seletivas nacionais e internacionais.

Posso dizer que farei parte desses numero de atletas que assistirão aos jogos em casa. Obtive o índice B para os Jogos (uma espécie de bola na trave para poder participar do evento) na marcha atlética, e não vou estar em Beijing. Mas fico muito feliz de ter vivido e aprendido com essa experiência. Talvez o mais importante do espírito Olímpico, o de ter tentado e lutado.

Digamos que em ano de Jogos as disputas e o clima Olímpico começam muito antes de serem declarados oficialmente abertos por seus presidentes, pelo menos para os atletas.

O chamado “ano olímpico” é formado por um calendário esportivo riquíssimo em circuitos e eventos, com competições, camping e clinicas de alto rendimento para que os atletas cheguem em um alto nível e obtenham os índices mais rapidamente. A corrida para garantir a vaga começa no ano anterior e vai até aproximadamente 20 dias antes da abertura dos jogos.

Posso dizer que fazer parte desse período que competi e treinei (no meu caso no circuito europeu) me fez sentir esse gostinho olímpico. Pude ouvir historias, conviver com atletas importantes, passar por estádios e cidades olímpicas.

Durante alguns meses convivi com uma parte da comunidade esportiva internacional, e mais do que nunca me senti em família.

Na verdade, eu acho que é isso em que ela se transforma após um período tão grande de convivência, uma grande família atlética com um ideal em comum, o ideal Olímpico!

Poder estar com esses atletas de diversas modalidades, consagrados em seus países e no mundo, medalhistas ou não, me fez sonhar mais alto em participar dessa grande festa da humanidade.

Um Exemplo

Rafael Duarte, 24 anos, é marcha-atleta, atual campeão do Troféu Brasil de Atletismo na prova de 20km. Conquistou o índice B em Rio Maior, Portugal (1h24m10s), em abril. Muito mais que um atleta brasiliense, Rafael é um exemplo de vida. Conquistou a 4º colocação no Mundial de Juvenis em Kingston 2002, resultado inédito no nosso atletismo. Logo depois, em 2004, foi diagnosticada leucemia, que o fez ficar afastado das pistas. Voltou a treinar em 2005 e completou em 2008, um ano sem quimioterapia.

Um cara que me orgulho de conhecer. E que prometo realizar uma entrevista aqui ao final dos Jogos.

Nota: Rafael dos Anjos Fontenelle Duarte faleceu neste domingo de carnaval, dia 22/02/2009, aos 25 anos. Os Geraldinos perdem seu leitor e comentarista nº 1. O Brasil perde um grande atleta. Todos perdemos um grande exemplo.

Facebook Comments
Advertisements

Um comentário sobre “Rafael Duarte – Um exemplo de vida

  1. emygdio ribeiro do prado jr

    Infelismente para o governo brasileiro ,era mais um. mas para o povo brasileiro era um representante puro sangue da capacidade de lutar e vencer obstáculos ,e será sem dúvida nenhuma mais uma boa referência para todo esportista nacional,lamentamos o ocorrido.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: