Advertisements

A novela do esgoto continua…

Facebook Comments
Advertisements

15 comentários sobre “A novela do esgoto continua…

  1. Vinicius Duarte

    Nossa, Minnie e Paulinho, que descoberta, né? O Morumbi não tem esgoto desde 1554, e não é só nas proximidades do estádio. Por que só agora estão tão preocupados? E os bacanas da “Morumbi Cidadania”, ONDE LIGARAM OS ESGOTOS DAS CASAS DELES??? Se a cetesb levar a sério isso, mesmo, vai lacrar umas 10.000 privadas dos pseudo-cidadãos.

  2. Diego Tardelli

    Tá certo o Juvenal, não deve dar satisfação para essa engenheira canalha, que tenta ajudar os demais clubes, a inviabilizar o Morumbi.

    Além disso, o SPFC é uma entidade sem fins lucrativos, e não uma empresa, até advogado de porta de cadeia, consegue desqualificar essa correspondência ridícula.

  3. Sten

    Ai ai, ja até imagino as besteiras que serão postadas por aqui, mas tudo bem, o fato é que o SPFC precisa regularizar a situação, e se não o fizer sofrera as penas cabiveis. Qualquer coisa que se fale alem disso é baboseira, tem muita gente que enche a boca pra falar do esgoto do SPFC mas não sabe nem se a própria casa tem a coleta de esgoto regularizada, alias a maioria das residencias do municipio esta irregular, fruto do crescimento desordenado da cidade. A casa dos meus pais, um sobrado na vila mariana, teve o seu esgoto regularizado somente a uns anos atras, e nós nem faziamos ideia do fato, ninguem nem imagina isso quando compra um imovel, um belo dia a sabesp entregou um oficio dando um prazo para regularização da coleta de esgoto, tivemos que fazer as obras pra regularizar, assim como as outras 11 casas da vila onde moravamos. E acreditem isso é muito comum, a maioria das residencias e condominios de São Paulo esta irregular, o que por sinal não exime o SPFC da responsabilidade pelo fato.
    Juvenal, regulariza o esgoto ai meu!!!!

  4. Fábio

    É incrível como as pessoas tentam de todo modo tapar o sol com a peneira.
    Usam os argumentos mais esdrúxulos, as histórias mais fantasiosas para desqualificar um ofício enviado pela CETESB, não para o SP, mas sim para o promotor que cuida do caso.
    Não é de se admirar que o Brasil seja essa porcaria que é, quando o próprio povo aprova o favorecimento de poucos em detrimento de muitos.

  5. geraldo lina

    JOAO, falando em festas, faz tempo que nao tem festa hein ??? rsrsrss

    Quanto ao post, nem falo mais nada.
    Mas eu pessoalmente entendo que eh mais facil tratar esse esgoto ( que eh apenas liga-lo a rede ) que tratar por exemplo do esgoto que eh o interior de certos dirigentes de certos clubes que querem apenas lesar seus clubes e outros que lancam na sua torcida sonhos utopicos.

    NO MORUMBI NAO TEM ESSA SUJEIRA.

    Entao jah estou satisfeito.

    *** *****

  6. Ricardo

    Acho que no fundo, os sãopaulinos gostam que os vizinhos vejam a saída de seu esgoto…é uma coisa quase que freudiana…
    Assim como sobrenomes femininos, por exemplo.

  7. Michael Serra

    Empresa São Paulo Futebol Clube. hehe. Olha, não reconheço essa empresa. Ai só eu que reparei ou essas datas ja foram por demais ultrapassadas?

  8. Gabriel

    Lina disse:

    “entendo que eh mais facil tratar esse esgoto ”

    É verdade. É tão fácil que há mais de 40 anos a sujeira e o mal-cheiro do Morumbi empesteiam o bairro inteiro.

    Falar é que é fácil. Difícil é ter vergonha na cara e fazer.

  9. Thiago

    Timão conquista sete medalhas e termina na 4ª colocação geral no 37º José Finkel
    .

    O campeonato terminou com Pinheiros em primeiro lugar, vindo a seguir o Minas Tênis, a Unisanta, e com o Corinthians na 4ª colocação.

    Participaram do campeonato 32 clubes, dentre os quais apenas 4 dos grandes clubes de futebol . O Corinthians foi o melhor de todos eles, seguido por Botafogo-RJ (7° no geral), Fluminense-RJ (8°) e Flamengo-RJ (11°).

  10. Thiago

    Corinthians planeja trazer atleta de ponta para a natação
    .

    O presidente da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA), Coaracy Nunes Filho, anunciou que o Sport Club Corinthians Paulista, em parceria com a CBDA, pretende trazer um atleta de renome internacional para disputar as competições pelo clube. “Ele será americano e vai ocupar um espaço da mídia só comparado ao do grande César Cielo”, disse Nunes Filho, que considera o desejo do Timão “uma jogada espetacular” para a natação brasileira. “Seria a maior promoção que a natação do país já teve”, afirmou o dirigente. A idéia para se aproximar do atleta seria convidá-lo para passar o Carnaval no Brasil. Coaracy insinuou que o atleta poderia ser o fenômeno da natação mundial Michael Phelps, que conquistou oito medalhas de ouro nas Olimpíadas de Pequim .

    O Vice-Presidente de Esportes Aquáticos do Corinthians, Fernando Braghiroli, confirma que o clube procura um grande atleta internacional para competir para o clube, mas que as negociações ainda estão no início e dependem do calendário e da vontade do nadador. “Seria um atleta capaz de ganhar 10 medalhas por competição. Estamos desenvolvendo este projeto em parceria com a CBDA e o objetivo é chacoalhar a natação brasileira”, declarou Braghiroli. Ele explicou ainda que o clube poderia viabilizar a vinda do nadador através de parcerias com empresas e patrocinadores.

  11. geraldo lina

    Eu particularmente prefiro mostrar o meu sobrenome feminino que por sinal eh meu com muita honra, que ter que por o primeiro nome apenas e deixar a merce de quem passar pelo espaco escolhe-lo.
    Por exemplo, Ricardo o que ? Teixeira, Silva, Ricardo Roseo, Ricardo Favela, Ricardo Invejoso, Ricardo Maneh, Ricardo Frouxa ( Fiel + Roxa = Frouxa ), um nome ingles por exemplo, Ricardo Homeless ( sem estadio na traducao ), e por ai vai.

    Quanto ao esgoto, ele nunca foi problema nosso e sim da CETESB.
    Mas soh acordaram pra isso agora que somos o estadio da FIFA pra 2014.

    Interessante voce mencionar Freud pra falar sobre o desejo dos saopaulinos em mostrar a “saida do seu esgoto”. Mas indo mais alem na sua tese, e defendendo outra, o proprio Freud costumava dizer: “nos soh vemos nos outros os defeitos que nos mesmos temos”, uma especie de espelho.

    Portanto meu caro Ricardo sei lah de que e baseado em Freud, ( que passou longe da tua escola ), nao transfira pra coletividade TRICOLOR o teu desejo pessoal, se voce tem “desejos” de mostrar a tua saida, eh problema seu e ninguem tem nada com isso.

    Troca uma ideia com o VAMPENTA ( 5 VEZES REBAIXADO ) que desse papo fresco ele entende bem…

    8)

    *** *****

  12. Thiago

    Atenção para o capítulo EXIGÊNCIAS do texto de Joás Ferreira intitulado “BRASIL PRECISA FAZER A LIÇÃO DE CASA”, publicado em O Empreitero Online (07/08/2007):

    “No caso da Copa do Mundo, de acordo com as exigências da Fifa, a preferência é por estádios sem pista de atletismo. São os chamados estádios-arena, que colocam as arquibancadas a até seis metros do campo de jogo. Diferentemente dos estádios olímpicos que, por serem dotados de pista, mantêm a torcida a uma distância mínima de 15 ou 20 metros.

    Para Eduardo de Castro Mello, a parte considerada mais complicada das normas da Fifa é a exigência de cobertura de toda a área da arquibancada: “Isso representa a introdução de uma estrutura dispendiosa, adicionando um peso muito grande no custo final da obra. No caso dos estádios já construídos, a cobertura ainda tem de se adaptar às condições do que já existe na edificação”.

    Entre as candidaturas já declaradas, estádios como Mineirão, Mané Garrincha e Beira Rio ainda têm potencial para serem adaptados para o evento mundial. Já o Morumbi, em São Paulo, e o Maracanã, no Rio, dificilmente conseguiriam satisfazer aos requisitos da Fifa. “O Morumbi tem um aspecto negativo que é o fato de estar confinado dentro das ruas circundantes. Ele precisaria ter, no mínimo, uma faixa livre de entorno de uns 15m de largura, para a circulação de torcedores. Hoje, o público sai pelas rampas do estádio e vai direto para a rua, interrompendo o tráfego de veículos e provocando muito transtorno para o bairro”, explica o arquiteto.

    Segundo ele, não há condição de criar essa área de circulação e muito menos de construir o estacionamento exigido pelas normas da Fifa. Para um estádio com capacidade de 60 mil lugares, por exemplo, prevê-se um estacionamento para 10 mil veículos, o que demandaria uma área de cerca de 250 mil metros quadrados. A outra questão, no caso do Morumbi, é a dificuldade de se realizar a cobertura de toda a arquibancada do estádio, conforme exigem os organizadores da Copa: “A arquibancada superior já está praticamente sobre a rua, impossibilitando a implantação de apoios para sustentar a cobertura, sem diminuir a capacidade do estádio”. “

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: