Advertisements

Ex-dirigente denuncia corrupção no Corinthians – Parte 3 – Heleno das Obras e Robertinho de Itaquera

Vamos agora falar das pessoas que foram designadas por Andres Sanches como responsáveis pelo futuro estádio do Corinthians.

Não basta ter sido apresentado por Edgard Soares e ter uma empresa condenada por superfaturamento na parada.

André Martins, ex-diretor de patrimônio e obras do Corinthians nos revela muitas coisas sobre Heleno Maluf, vice-presidente administrativo do clube e seu fiel escudeiro, Roberto Cerqueira Cesar, conhecido como Robertinho.

Segundo ele, Robertinho, fechou quatro obras sem apresentar sequer um documento de concorrência.

Todas elas com a Guaru, empresa de seu irmão Renato.

São elas:

1-      Estacionamento para departamento profissional

2-      Campo de futebol no Canindé

3-      Serviços de Talude na divisa do CT de Itaquera com a Pedreira.

4-      Cobertura das quadras de tênis.

Leia abaixo o que André Martins fala sobre a dupla Heleno Maluf e Robertinho:

 

“Na composição do depto de patrimônio e obras eu passei a ser diretor junto com Roberto Cerqueira Cesar, o Robertinho, que também é conselheiro do clube.”

No decorrer dos serviços a serem executados, comecei a ter certo destaque pelo meu desempenho.

Eu tinha uma ligação direta com o senhor Jorge Aun, vice presidente do departamento, o que causou ciumeira em Robertinho, que exigia que eu me reportasse primeiro a ele.

Comecei a informar Jorge Aun sobre essas divergências.

O Robertinho tem grande influencia no clube por sua ligação com o vice-presidente administrativo, Heleno Maluf.

Robertinho sempre se gabou dessa ligação.

Começou a interferir em meu trabalho e a dizer para os trabalhadores que eu contratava que teriam que se reportar primeiro a ele, depois a mim.”

 

“Na realidade, somente eu cumpria a função designada.

Eu trabalhava, contratava, acompanhava as obras, enquanto Robertinho ficava com suas negociatas.

Eu percebi que o interesse dele era apenas intermediar contratos para o clube.

Hoje ele é investigado por uma sindicância que apura irregularidades em suas obras, pelas denuncias que o seu blog realizou e por algumas coisas que levantei.”

 

“Levantei que ele estava fazendo coisas ilícitas.

O caso foi abafado.

Pedi que mostrassem as documentações.

Não me deixaram mais ter acesso aos computadores, mas tenho cópias de tudo.

Das irregularidades de Robertinho e da honestidade de meu trabalho.”

 

“Contei para todos as irregularidades do Robertinho, mas por ele ser protegido de Heleno Maluf ninguém quis saber.”

 

“O departamento de futebol me contatou para que fosse feita obras em um estacionamento para servir os atletas, próximo a entrada do Tamboréu.

Realizei o orçamento com três empresas.

Uma delas declinou.

Foi quando o Robertinho percebeu que poderia aferir lucro com isso.

Disse que a partir daquele momento ele iria contratar a empresa.

Passei o processo para ele.

Dois dias depois, uma das empresas, que havia passado um orçamento no valor de R$ 41 mil para realizar a obra me ligou e disse que Robertinho havia “alterado” a planilha de serviços daquela obra.

Eu respondi que nada sabia sobre isso.

Ele respondeu que foi procurado por Roberto Cerqueira, que lhe disse que toda a tratativa dessa obra teria que ser com ele e que estaria mandando a planilha com alterações para que ele orçasse novamente.

Na planilha, foram colocados itens que nunca seriam utilizados.

O orçamento passou para R$ 132 mil.

Com a outra empresa aconteceu a mesma coisa.

O orçamento que era de R$ 44 mil passou para R$ 159 mil.

A empresa do irmão de Robertinho entrou no clube com um orçamento de R$ 66 mil, para executar um serviço orçado anteriormente em R$ 41 mil.

Na verdade, Robertinho manipulou a planilha para que os preços dos orçamentos subissem e ele pudesse indicar a empresa de seu irmão, que hoje é a responsável por quatro obras no clube.”

 

“Nos campos do Canindé os serviços a serem efetuados eram: Iluminação, drenagem e construção de galerias

A empresa, que efetuou o serviço sem orçamento prévio, também é do irmão de Roberto Cerqueira.”

 

“No CT de Itaquera a empresa do irmão de Robertinho também está presente.

Foram efetuadas obras no Talude.”

 

 

“O irmão de Robertinho batia no peito, bêbado e dizia que só dava satisfações para Robertinho, Heleno Maluf e Andres Sanches.

André Negão também sabia que a empresa do irmão de Robertinho participa de tudo”

 

 

“Logo quando entrei no departamento soube do que havia ocorrido nas obras comandas por Heleno Maluf e Robertinho, na época de Aberto Dualib.

Muitos conselheiros me avisaram, alguns até ligados ao Andres.

Disseram: Robertinho foi conivente com todas as irregularidades.

Aprovaram-se coisas dentro do clube absurdas, totalmente irregulares.

A construção do CT de Itaquera e a nova Sede são exemplos .

O CT de Itaquera é um absurdo.

Falo isso porque tenho experiência de 30 anos de construção civil.

Trabalhei com obras de grande porte, como o Metrô.

As irregularidades no CT de Itaquera são gritantes.

As obras feitas por Heleno Maluf e Robertinho no local serviram apenas para que eles pudessem ganhar dinheiro.

As irregularidades no prédio administrativo, onde se localiza a presidência e seus diretores.

O primeiro e segundo andares são absolutamente inativos.

A obra foi tão ruim que fui obrigado a construir as pressas, logo que assumi, um refeitório no segundo andar, porque os funcionários alimentavam-se em um banheiro, não tinham local para fazer isso.

Heleno Maluf e Robertinho foram coniventes com Alberto Dualib.

Se temos motivos para falar de Alberto Dualib e Nesi Curi não podemos nos esquecer de Heleno Maluf e Roberto Cerqueira Cesar, o Robertinho.”

Facebook Comments
Advertisements

14 comentários sobre “Ex-dirigente denuncia corrupção no Corinthians – Parte 3 – Heleno das Obras e Robertinho de Itaquera

  1. Kakashi

    Os ladrões a solta, e a polícia não faz NADA!Dizem que estão investigando(há anos!)e até agora não prendem NINGUÉM,e provas é o que não faltam!… Só enrolam!! FROUXOS!

  2. DONIZETE

    Paulinho vc viu a vergonha ontem na Bandeirantes, mostrando o CT de Itaquera ? Que Pocilga. Pelo que se viu, tem time na série B mais estruturado que o todo poderoso Timão.

  3. Maurício

    e o pior, é que tem gente que ainda bate no peito e defende a reeleição do Andres e sua cambada de sanguessuga….ACORDA CORINTHIANS !!!

  4. Junior

    Paulinho, dê um jeito de jogar isso tudo na imprensa televisiva….aí o bixo pega!! Abraço.

  5. pedro geraldo

    Donizete, eu também assisti a reportagem. Só te corrigindo. As imagens são do CT do Parque Ecológico. Uma área, que sei lá, doi doada, dada, pelo então Governador Fleury nos anos 90. Nenhuma diretoria, de lá para cá, realizou melhorias no local. São um bando de incompetentes, todos eles. Oposição ou situação, estão lá para sugar. Mas, fiquei triste com o papel do Dr. Osmar de Oliveira, colocando a culpa em diretoria anteriores, por conta da situação no CT. Quem te viu quem te vê. E também ao contrário da “informação” do “jornalista”, Oscar Godoy, não é área pública, como ele afirmou. Por sinal, os Cts de São Paulo e Palmeiras, também são áreas públicas. A promessa é que os clubes deveriam fazer algumas melhorias na comunidade. Fizeram ? O buraco é mais embaixo.

  6. Leopoldo Alves

    A situação no PSJ tá tão ruim, que daqui uns dias ninguém vai se lembrar porque o Dualib teve que ir embora. Além das denúncias de corrupção que temos visto aqui na área de patrimônio e obras sob o comando do André Negão, sócio do Severino em alguns atletas do AMADOR, e juntos cuidam do CT Itaquera, a “transparência” atual já mostra em números que os custos pagos por ingressos dados aos amigos da realeza já superou há muito o que pagava a gestão anterior. Se continuar assim, temo que as Gaviões crie o “Volta Dualib”. É de chorar!
    SALVEM O TIMÃO! Precisamos fazer alguma coisa URGENTE.

  7. Mello

    Um grande grupo de diretores, liderados por um dos “sem cargo” do PSJ, estavam em todas as catracas do Pacaembú, na tarde de ontem.
    O objetivo, era controlar a entrada daqueles, que aparecem no borderô, como “não pagantes”. Aparentemente, não mudou muita coisa, pois o placar anunciou, que assistiram o jogo sem pagar, cerca de 3.000 privilegiados. Quase 10% do público presente.
    O que deve intrigar o Marcílio, é que quando o jogo é no Morumbi, com a casa cheia, este número nunca passa de 200 torcedores.

  8. Rodrigo

    Caro Mello,

    O tal do Marcílio só quer aparecer. Se ele fosse bem informado saberia que os não pagantes são os idosos e menores que no Pacaembu entram de graça por causa de uma lei Municipal. No Morumbi é diferente, pois o estádio não é do Município. Quanto a esse André é um safado. Era remunerado, só fazia negociatas e só começou a falar agora que perdeu a boquinha.

  9. Fernanda

    Paulinho,
    As denuncias que vc apresenta são realmente graves, mas acho que você deveria lembrar que o Sr. Heleno Maluf negociou pessoalmente toda a doação do terreno do CT do Parque Ecológico, nos anos 90.
    Na época, inlcusive, todos duvidavam que isso pudesse acontecer, pois um terreno daquele tamanho, custaria um valor bem absurdo para o clube.
    Como o colega acima disse, depois isso, nenhuma diretoria realizou melhorias e investimentos no local.
    Ou seja, temos que analisar os fatos com cautela, pois acusões levianas, podem causar sérios problemas e ainda levar a responsabilização pessoal.
    Saudações .

  10. Pingback: Itaquera » Emprega São Paulo tem 13,7 mil vagas de trabalho no Estado

  11. Pingback: Diretor de Andres Sanches é expulso do Corinthians por corrupção « Blog do Paulinho

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: