Advertisements
Blog do Paulinho

Coluna do Fiori

FUTEBOL: POLÍTICA, ARBITRAGEM E VERDADE

Fiori é ex-árbitro da Federação Paulista de Futebol, investigador de Polícia e autor do Livro “A República do Apito” onde relata a verdade sobre os bastidores do futebol paulista e nacional.

http://www.navegareditora.com.brEmail:caminhodasideias@superig.com.br

apito limpo

“Tem uma hora na vida que você tem que escolher: ou engole sapo ou cospe fogo”

Autoria ignorada

———————————

Agastado

Peço aos associados SAFESP que estejam em dia com a mensalidade e aos que estejam em débito para sana-lo, que esqueçam divergências, se unam e convoquem assembleia objetivando soerguer a outrora mais representativa entidade estadual da arbitragem do futebol brasileiro, que está abandonada pelo descaso provido do presidente por mim denominado juris171consulto, sua vice e demais diretores.

———————————

Com enorme alegria convido os árbitros federados diplomados no ano 1960 seguidos até o ano 2012, para estarem presentes no 6º encontro organizado pelos batalhadores: Rita De Cassia Rogério, Marcelo Rogério, Wagner Prandini Tonel, Ricardo Ibitinga de Barros e José Sidnei Esteves popular Tio Nei.

———————————-

17ª e 18ª Rodadas da Série A do Brasileirão 2022

Sábado 16/07

Ceará 3 x 1 Corinthians

Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)

VAR

Pablo Ramon Goncalves Pinheiro (RN)

Item Técnico

Vuaden deixou de marcar 03 faltas claríssimas em cima do corintiano Roger Guedes; contudo: seu trabalho assim como dos assistentes não influenciou no resultado.

Item Disciplinar

Cartão Amarelo: 01 para cearense e 01 para corintianos

Domingo 17/07

São Paulo 2 x 2 Fluminense

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (FIFA-GO)

VAR

Daniel Nobre Bins (RS)

Item Técnico

Jogo bem disputado, contando com trabalho desempenho aceitável dos representantes das leis do jogo.

Item Disciplinar

Cartão Amarelo: 04 para são-paulinos e 02 para tricolores das laranjeiras

Botafogo 0 x 1 Atlético-MG

Árbitro: Raphael Claus (FIFA-SP)

VAR

Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (FIFA-SP)

Item Técnico

1º – Por volta do décimo terceiro minuto da etapa inicial, Rafael Claus paralisou a contenda para marcar inexistente penalidade máxima penalidade máxima favorável à equipe atleticana no instante que a redonda bateu na linha da cintura de um botafoguense, lado esquerdo do corpo;

VAR

Prontamente entrou em ação solicitando para Claus ir até o monitor, lá chegando: viu, reviu e voltou anulando o que erroneamente houvera determinado.

2º – No quinto minuto dos acréscimos da etapa final, falta a favor da equipe atlética ocorrida na linha intermediaria defensiva da equipe carioca;

Cobrada

Pelo atleticano Hulk, redonda tocou no travessão, sobrou para consorte Ademir, que, sofreu claríssima penalidade máxima não sinalizada por Raphael Claus, que, no momento: estava próximo do batedor da falta;

Seguido

Da falta penal não marcada, bola bateu na perna do Ademir, espirrou para consorte na posição de impedimento manda-la pro fundo da rede.

Rapidinho

Raphael Claus apontou o meio de campo, neste instante,

VAR

Solicita que Raphael Claus vá rever os lances no monitor, ao se achegar, viu, conversou com VAR, tornou a rever, voltou deixando passar batido o lance penal e,

Na cara dura

Julgando que somos tolos, se apoiou no lance posterior, determinando posição de impedimento do atleticano que mandou a bola profundo da rede.

Conclusão

No tempo em que os campeonatos paulistas eram divididos por divisão especial (composta pelos times principais), intermediaria, primeira e segunda divisão;

Sem medo de errar

Afirmo que os FIFA do hoje dificilmente atuariam na segunda divisão, vez que, havia pouca segurança e zero de tecnologia.

Item Disciplinar

Cartão Amarelo: 03 para atleticanos e 04 para botafoguenses

Segunda Feira 18/07

Palmeiras 1 x 0 Cuiabá

Árbitro: Anderson Daronco (FIFA-RS)

VAR

Rodrigo Nunes de Sa (FIFA-RJ)

Item Técnico

Anderson Daroco errou feio por não ter marcado a claríssima falta no tempo que Mayke defensor palmeirense atropelando o oponente Valdivia seguiu com a redonda e lançou para o consorte Gabriel Veron finalizar profundo da rede.

Item Disciplinar

Cartão Amarelo: 03 para alviverdes e 01 para cuiabano.

18ª Rodada – Quarta Feira 20/07

Corinthians 3 x 1 Coritiba

Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhaes (FIFA-RJ)

VAR

Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ)

Item Técnico

Desempenho aceitável do árbitro e assistentes

Item Disciplinar

Cartão Amarelo: 01corintiano e 03 para defensores da equipe coritibana


Confira abaixo o programa “COLUNA DO FIORI”, desta semana.

Nele, o ex-árbitro comenta assuntos, por vezes, distintos do que são colocados nesta versão escrita

*Não serão liberados comentários na Coluna do Fiori devido a ataques gratuitos e pessoais de gente que se sente incomodada com as verdades colocadas pelo colunista, e sequer possuem coragem de se identificar, embora saibamos bem a quais grupos representam.


Política

Discurso de perdedor com ameaça de golpe

Só resta tentativa de golpe para conquistar pela força o que foi perdido em empatia e credibilidade. Missão quase impossível, nos tempos modernos

No momento em que os partidos preparam convenções, o que se espera dos candidatos são discursos sobre seu projeto de governo e o otimismo sobre a possibilidade de vitória.

Bolsonaro está na contramão. Ele reuniu embaixadores no Palácio da Alvorada para fazer um discurso de perdedor, levantando uma série de dúvidas sobre o sistema eleitoral, já amplamente respondida.

Na verdade, Bolsonaro violentou os fatos muitas vezes. Usou indevidamente um inquérito da Polícia Federal para concluir o que não está nele: a possibilidade de alterar nomes e votos. Mencionou o questionamento do PSDB ao resultado das eleições, sem admitir que o partido ficou satisfeito com a resposta. Afirmou que o sistema não é auditável, quando este é um dos seus atributos, ao lado da segurança e da transparência.

Bolsonaro reuniu os embaixadores para caluniar o sistema eleitoral e alguns ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). É algo que deveria ser punido pelas leis brasileiras, porque isso foi, inclusive, realizado num prédio público e tinha objetivos eleitorais.

É uma contradição dizer que Bolsonaro fez um discurso de perdedor e tinha objetivos eleitorais. Ocorre que a contradição está no seu próprio comportamento.

Um dos objetivos de Bolsonaro é preparar o campo para resistir ao resultado das eleições e tentar um golpe de Estado, no estilo de Trump e sua invasão do Capitólio.

Há dois problemas no caminho. O primeiro deles é que pode perder feio nas eleições e a própria dúvida sobre as urnas eletrônicas não terá crédito. O segundo deles é anunciar com muita antecedência o golpe de Estado, dando tempo à sociedade para se preparar e neutralizá-lo.

Por outro lado, Bolsonaro fala tanto em golpe que parece ter anestesiado a sociedade. Tornou-se natural uma manifestação como esta diante dos embaixadores. Os próprios políticos, todos eleitos por meio das urnas eletrônicas, estão parcialmente silenciosos.

Isso fala muito sobre sua inteligência. Parecem não ter compreendido ainda que, se Bolsonaro tenta invalidar as eleições, eles também, os eleitos, serão levados na tempestade de dúvidas.

Todos os que foram eleitos por meio de urnas eletrônicas deveriam se manifestar quando Bolsonaro afirma as barbaridades que pronunciou diante dos embaixadores. Afinal, até sua legitimidade no momento está sendo questionada.

Infelizmente, Bolsonaro está arrastando no seu projeto insano o próprio ministro da Defesa e, possivelmente, uma fração das Forças Armadas.

Os militares viram muitas eleições no Brasil, desde o processo de democratização. Num momento da trajetória, as eleições tornaram-se eletrônicas e desde então foram assim. Nunca foram contestadas pelos militares, exceto agora, por alguns deles. Como dizia o criminoso de Foz do Iguaçu, aqui é Bolsonaro, logo, a faculdade de pensar sofre um grande abalo.

O fato de Bolsonaro se comportar como um perdedor e caminhar para a derrota não significa um futuro confortável. Em primeiro lugar, será necessário um grande esforço para neutralizar o golpe, punir responsáveis. Só aí, então, será possível tratar com mais calma aqueles temas que dominam uma eleição democrática: que políticas aplicar para a retomada da economia, a superação da fome, a preservação do meio ambiente, o salto de qualidade na educação, a recuperação da credibilidade internacional.

O fato de Bolsonaro ter anunciado seu golpe e encarnado o perdedor facilita, mas não resolve o problema da resistência. A começar pelas instituições, o País inteiro precisa reagir, preparando-se para garantir o resultado eleitoral.

Bolsonaro diante dos embaixadores realizava uma tarefa impossível: tentar convencer governos de que o sistema eleitoral é inutilizável.

Os países já têm informação adequada sobre isso.

Uma outra batalha diz respeito à opinião pública internacional. Certamente, Bolsonaro já a perdeu. Mas, ainda assim, é necessário que todos os brasileiros no exterior se manifestem, escrevam para jornais, mobilizem amigos e conhecidos, preparem a resistência, porque ela será fundamental para combater a tendência à timidez dos governos em momentos como este.

Bolsonaro, ao falar com os embaixadores, ligou na verdade o sinal amarelo. Será, de certa forma, uma grande incompetência se a sociedade brasileira não se preparar adequadamente para um golpe anunciado por um líder com algumas deficiências cognitivas e uma extrema-direita a quem o poder serviu apenas para mostrar sua incapacidade radical de governar o País.

É muito raro um governante começar mal nas pesquisas. Significa que ele já foi julgado pelo seu trabalho. Por mais pedaladas que dê – e a chamada PEC das eleições foi uma das maiores da história –, será difícil de sepultar esse julgamento formado ao longo de quase quatro anos, com uma epidemia no meio, crise econômica, fome, desemprego e misoginia num país em que a maioria do eleitorado é feminina.

Só resta uma tentativa de golpe para conquistar pela força o que foi perdido em empatia e credibilidade. Missão quase impossível, nos tempos modernos.

Jornalista Fernando Gabeira – Publicado no Estadão do dia 22/07/2022

———————————–

Finalizando

“O destino dos perdedores é extravasar a decepção de alguma forma escandalosa”

Gossip Girl: telesérie

———————————-

Chega de Corruptos e Corruptores

Se liga São Paulo

Acorda Brasil

SP-23/07/2022

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: