Advertisements

Renato Gaúcho, Corinthians e Fernando Garcia

Desempregado, Renato Gaúcho elogia base do Santos e expõe chance de treinar o clube | Bolavip Brasil

Até então impossível – por questões financeiras, a contratação do treinador Renato Gaúcho tornou-se viável para o Corinthians após interferência do agente Fernando Garcia, parceiro comercial do ex-presidente Andres Sanches, além de irmão do conselheiro Paulo Garcia, dono da Kalunga.

O intermediário, pelas redes sociais, negou a participação, assim como o fez em diversas situações em que, posteriormente, acabou desmentido pelos fatos em acordos envolvendo o Timão.

Quantas vezes Garcia disse não ser proprietário de empresas que serviam de ‘satélites’ para a má-afamada Elenko e depois descobriu-se que estava por detrás de todos os negócios assinados por elas ?

Sem contar as investigações criminais ainda em curso e as contas em paraíso fiscal europeu.

Gerson Oldenburg, o “Gauchinho”, empresário de Renato, deve ter ouvido argumentos convincentes para, após a conversa com Garcia, ter orientado o técnico a aceitar redução de salário.

Não é preciso ser nenhum Gil do Vigor, atualmente o economista mais famoso do Brasil, para entender a matemática do negócio.

Renato, que não gosta de perder dinheiro, somado à parceria com Fernando Garcia e cartolas do Corinthians, é igual a retorno de recursos para que todos saiam ganhando, exceto a galinha dos ovos de ouro.

De outra maneira, que razões o treinador, com mercado aberto para qualquer equipe grande do país e também em agremiações generosas do exterior, teria para ganhar menos dinheiro diante do desafio inglório de assumir o posto mais cobrado de um clube arruinado financeiramente, com elenco lamentável e categoria de base destruída?

Em recente entrevista, Renato disse que, mais do que dinheiro, queria treinar uma equipe que lhe proporcionasse a possibilidade de brigar por título.

Convenhamos, também não é o caso.

Por fim, os cartolas do Corinthians deveriam explicar, até porque é bem difícil entender, por quais razões, falando em hipotético comportamento lícito, o clube segue negociando com Fernando Garcia se ele mantém, na Justiça, através dos ‘satélites’, diversas ações contra o clube, uma delas, recentemente, bloqueando todos os recebíveis alvinegros, e, também, o que motivaria o intermediário a ‘ajudar’ o Timão se, em tese, somente recebe seus pagamentos após calotes e ações processuais?

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: