Advertisements

Manobra de Presidente do Conselho livra Andres Sanches de sair humilhado do Corinthians

Antonio Goulart e Andres Sanches

De maneira previsível, o presidente do Conselho Deliberativo do Corinthians, Antonio Goulart, adiou, novamente, a reunião que avaliaria as contas de 2019 da gestão Andres Sanches.

Detalhe: não há prazo definido para nova convocação que somente deverá ocorrer em 2021, quando já teremos a contabilidade de 2020 sob análise.

O adiamento é embasado em suposta preocupação com a pandemia de COVID-19, citando, ainda, que muitos conselheiros estariam internados por terem contraído o vírus no dias das eleições do clube.

Durante todo o ano, diversos órgãos do Corinthians se reuniram remotamente, entre os quais CORI e Conselho Fiscal.

Obviamente, nada impediria que o mesmo ocorresse com o Conselho Deliberativo, a não ser a necessidade do presidente do Conselho atender aos pedidos de quem lhe dita as ordens, o empresário Paulo Garcia, dono da Kalunga, que trabalha, desde sempre, para proteção de Andres Sanches.

Se realizada na data correta – que já era incorreta, uma provável reprovação dos números geraria o constrangimento de Sanches ser afastado do cargo em pleno exercício do poder.

Em 2021, tudo mudará.

Sanches estará salvo da humilhação e a composição do Conselho sequer será a mesma, com grande possibilidade de reversão da avaliação, ainda mais com o impacto das contas de 2020, infladas pela milionária venda de Pedrinho.

À isso tudo soma-se as chapas eleitas com apoiadores de Augusto Melo que, por ordem dele, aproximado que está com o grupo de Sanches, poderão servir de fiel da balança para provável aprovação.

O Corinthians, definitivamente, não é para iniciantes.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: