Advertisements

Benfica empurra ‘custo Pedrinho’ ao Corinthians até o final de 2021

Will Dantas, Pedrinho e Giuliano Bertolucci

No início de março, o Corinthians sacramentou a venda de Pedrinho ao Benfica por R$ 105 milhões, acertando a entrega da ‘mercadoria’ para maio, possibilitando, assim, que o atleta fosse escalado pelo clube na luta contra o rebaixamento no Paulistinha.

O negócio, em verdade, foi fechado meses antes, quando Kia Joorabchian, Giuliano Bertolucci e Andres Sanches, aproveitando-se da necessidade do presidente alvinegro viabilizar residência na Espanha, reuniram-se com os cartolas portugueses.

Mais do que a necessidade do Corinthians – que ficará com ínfima quantia do valor total da transação (apenas R$ 18,7 milhões – explicados ao final do texto) – havia o compromisso de viabilizar a vida financeira do agente e seus consequentes beneficiados.

Para tal, o Benfica, famoso entreposto de empresários, acertou pagar parcelado ao Timão – que não recebeu, sequer, o primeiro boleto ainda – dando margem para que a segunda etapa da transação seja concluída, ou seja, repassá-lo, por valor muito maior, ao verdadeiro comprador final.

Por conta da pandemia do coronavírus, o cronograma alterou-se.

O Benfica, explicitando que nunca teve, de fato, desejo de contar com Pedrinho em seu elenco, aceitou emprestá-lo ao Timão até o início de 2021, quando os negócios do futebol, acredita-se, voltarão a um mínimo de normalidade.

Nesse período, os salários do jogador serão pagos pelo Corinthians.

Uma jogada de mestre.

Os intermediários e o sócio deles, que preside o clube de Parque São Jorge, encontraram uma barriga de aluguel na Europa – que aceitou o encargo porque, evidentemente, também lucrará – e, de lá, repassarão a mercadoria pelo preço real de mercado.

Enquanto isso, pagarão ao Timão, em parcelas, a mixaria que lhe cabe, sem a necessidade, sequer, de arcar com as despesas salariais.

Em 2021, após revenda sacramentada (provavelmente na janela da metade do ano), quitarão o saldo devedor com dinheiro de terceiros, embolsando o restante que, provavelmente, será divido com os parceiros elencados.


Para saber porque o Corinthians ficará com apenas R$ 18,7 milhões dos R$ 105 milhões da transação de Pedrinho basta clicar no link a seguir:

O que sobrará ao Corinthians da venda de Pedrinho?

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: