Sem concorrer, Eurico Miranda vence eleições no Vasco da Gama com decisão inédita do Conselho

Por 154 votos contra 88, o Conselho Deliberativo do Vasco da Gama, pela primeira vez na história, contrariou a votação popular, elegendo Alexandre Campello para presidente do clube, que superou o então favorito Julio Brant.

Um golpe sorrateiro de Eurico Miranda, que, mesmo fora da disputa, manipulou os votos, na prorrogação.

Campello era vice de Brant até um dia antes da disputa, rompeu com o ex-aliado e juntou-se a Eurico, levando consigo 50 conselheiros e recebendo do ex-mandatário vascaíno outros 30.

O Vasco da Gama se livrou de Brant, ligado ao que há de pior no submundo esportivo, mas permanece em situação ruim, nas mãos agora de um traidor, aliado a quem, nos últimos anos, também complicou a vida do clube.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

4 Replies to “Sem concorrer, Eurico Miranda vence eleições no Vasco da Gama com decisão inédita do Conselho”

  1. Só se uniram porque não conseguiriam derrotar Eurico sózinho.E a eliminação da urna sem perícia completa pedida pela chapa da situação e negada pela justiça (por que negar ?)permitiu isso.Uma vez conseguido todos tinham o direito de concorrer. Choro e ranger de dentes da imprensa que não tem nada em se meter na decisão interna do clube. Por que a imprensa adora se meter na escolha interna dos vascainos? E agora sem o Eurico vamos ver qual será a desculpa . Será o Vasco agora amado?

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.