Anúncios

O dilema do Corinthians diante do avanço da “lava-jato”

andre-negao-preso-lava-jato

Seguindo a linha do que tem ocorrido com empresas e políticos investigados pela “Operação Lava-Jato”, o Corinthians, nos próximos meses, terá, inevitavelmente, que partir para soluções que minimizem os problemas que já existem e, por ventura, possam vir a se ampliar no Parque São Jorge.

Em regra, o Ministério Público Federal solicita o afastamento dos diretores de empresas e políticos, delatados ou flagrados em desvio de conduta, de seus cargos, evitando a possibilidade de obstrução de justiça, diante do evidente poder que exercem sobre outros em suas respectivas atividades.

Por vezes, os próprios se afastam ou são suspensos pelas organizações investigadas (inclusive no Governo, que trocou diversas vezes de ministros – alguns amigos do Presidente – para evitar problemas jurídicos ainda mais graves).

Nesse contexto, independentemente dos desejos do Corinthians, em breve será necessária uma tomada de posição para preservar o clube, que, no momento, enfrenta dura batalha para minimizar perdas do suspeito acordo firmado com a Odebrecht.

Sem contar o prejuízo claro de imagem, com dirigentes citados em delações de criminosos da construtora, acusados de receber vantagens para facilitar o acréscimo de valor do contrato, que, em meio a sucessivos aditivos, subiu de R$ 335 milhões para R$ 1,2 bilhão.

É nesse ponto que se dá o dilema do Corinthians, que precisa ser rapidamente resolvido.

O caminho mais razoável, seguido por todos os envolvidos nas investigações, obrigaria o clube a afastar (até a definição de culpados e inocentes) de seu conselho deliberativo as pessoas que, direta ou indiretamente, firmaram os acordos com a construtora, alguns deles, ainda, com poder de decisão.

Citados na Operação Lava-Jato, o deputado federal Andres Sanches e o vice-presidente alvinegro, André Negão estão, certamente, inseridos nesse pensamento.

Há de ser analisada, ainda, a responsabilidade de quem assinou os documentos, todos, sem exceção, a pedido do parlamentar.

Desde o ex-presidente Mario Gobbi (que afirmou, em entrevista, que somente Andres decidia as coisas do estádio), passando pelo atual, Roberto Andrade, sem esquecer do ex-diretor de finanças, Raul Corrêa da Silva, único com rubrica em todos os contratos e aditivos, nas mais diversas gestões alvinegras.

Sem resolver essa questão, o Corinthians, além de colocar-se no foco da Polícia Federal, seguirá sem a menor possibilidade de realizar negócios que necessitem de uma imagem transparente de seus gestores, entre os quais a tão sonhada venda dos “naming-rights” da Arena em Itaquera.

Anúncios

3 Respostas to “O dilema do Corinthians diante do avanço da “lava-jato””

  1. protossevolution Says:

    Acho engraçado, esse blog e os torcedores corinthianos. Tudo envolvendo a diretoria Corinthiana, desde 2008, está mais do que comprovado, que há corrupção, problemas jurídicos, etc, mas o blog adora pontuar que o clube é uma pobre vítima, coitadinho, na mão desses vilões. A lava jato está, já mais do que nos calcanhares do “timão” . Mas quando o assunto é a Crefisa, e o dinheiro investido no Palmeiras, aí o clube não é vítima dos seus representantes, é o clube que não presta, que se prostitui, etc. Detalhe: os Lamachia estão sendo observados pior desvios de conduta, mas nenhuma referente ao dinheiro em si, mas de maltratos a uma empregada, etc… O dinheiro entrando no Palmeiras, eh através de um patrocínio lícito de entidade privada, ou seja, quanto a relação Palmeiras e Crefisa, não há evidência alguma, apenas uma coceira no cotovelo pela incapacidade e conceber que patrocínio não é proporcionalmente grande a tamanhos de torcida, mas tem mais a ver com momento, credibilidade, etc… Pode ser que a linda mulher quer virar presidente para fazer negócios sinistros, lavar dinheiro sujo, etc? Até pode, mas até lá, ou se mostra provas, ou são apenas acusações infundadas de cunho duvidoso ( parece dor de cotovelo).

    Vamos parar de vilanizar o patrocínio lícito e vitimizar o clube favorito da lava a jato.

  2. Alan Cézar (@EUABSOLUTIS) Says:

    A Lava Jato está nos calcanhares da construtora. Esta sim tem ligação direta com a Lava Jato.

    O Corinthians não tem ligação com Lava Jato, será que é difícil notar isso?

    Que pessoal complicado, não consegue entender que, a instituição foi usada de forma inadequada?

    O Corinthians tem que pagar ao BNDES os R$ 400 milhões mais os juros.

    Os recursos que a construtora utilizou para construir a Arena Corinthians, caso fique provado que foram ilegais – coisa que é muito difícil – neste caso, o Corinthians, após auditoria SÉRIA E HONESTA a ser realizada na construção, com TODOS os contratos revisados e também auditados, chegando ao valor REAL – não estes divulgados em contratos assinados por quem supostamente recebeu propina e sem auditoria – o Corinthians nada pagará à construtora, mas sim ao governo, vai ser perfeito o dinheiro que seria da construtora indo para o governo, mas valores REAIS e não estes exagerados que estão por ai.

    Que o Corinthians consiga livrar-se de quem tem que livrar-se, que consiga auditar tudo que diz respeito à Arena e que, com a “limpeza” e, com os ajustes adequados as empresas percebendo a “limpeza” negociem com o Corinthians, pois elas sabem que o retorno é garantido.

    Bendita Lava jato, chegou em boa hora.

  3. agnosticuzinho Says:

    Eu acredito que os casos sejam bem parecidos, apenas estão em momentos diferentes: Os porcos estão no início de namoro, já o curica em divórcio. O próprio Alan aí dizia (na época da construção do estádio) o mesmo que o protos (comentário de cima) diz agora… mesmo contra todos os fortes indícios que existiam (e exitem agora no caso do Palmeiras). O pior cego é aquele que não quer ver.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: