Há dez anos nascia o Blog do Paulinho

dez-anos

No dia 01 de novembro de 2006, nasceu o Blog do Paulinho, referência em jornalismo independente, e investigativo, no Brasil.

Lá se vão dez anos !

Iniciamos no Portal Terra (donde saímos, em 2007, por pressão de um incomodado Milton Neves), passamos pelos servidores do UOL (sem pertencer ao portal), até encontrarmos absoluta liberdade no WordPress, local em que possuímos a maior audiência do mundo (no sistema) em lingua portuguesa.

Há muito o que comemorar: 40 mil acessos diários (em média), com picos que, por vezes, ultrapassam 100 mil; centenas de furos de reportagem (absolutamente documentados); citações nos principais órgãos de imprensa do planeta, finalista (entre os dez) do Prêmio Comunique-se 2011 (Oscar da Internet), etc.

Ao longo desta década, amadurecemos, melhoramos a maneira de fornecer a informação e pagamos pela inexperiência dos primeiros anos, em meio à relevância que, desde sempre, possuíamos.

Obviamente, nada disso seria possível sem a ajuda de nossos fiéis e valorosos leitores, sem os conselhos e puxões de orelha de amigos queridos, da confiança expressada por fontes de informações (de todas as partes do planeta) que encontraram no blog o canal ideal para expor a verdade sem correr riscos de traições.

Nossa gratidão atinge a todos, inclusive aos inimigos, que em meio a maldades e difamações trataram de expor, publicamente (a meu favor), nossas incontáveis diferenças.

Agradecimentos especiais ao amigo Juca Kfouri, o primeiro a acreditar (e pagar o preço, com insinuações estapafúrdias, fomentadas por Mentirosos Natos da profissão) num ex-motoboy que trabalhou e estudou muito, inspirado nele, para transformar-se num bom jornalista, aos companheiros do clube da Tertúlia, que, generosamente, contribuem para nossa evolução intelectual, ao Xico Malta, dono da Central 3, responsável por financiar a minha faculdade, ao ex-árbitro Euclydes Zamperetti Fiori, que há dez anos escreve sua Coluna em nosso blog, e, há mais de trinta orienta-nos a seguir os caminhos corretos através de sua amizade, aos companheiros de “Mídia sem Média” e da saudosa rádio “Midiacast”, aos meus professores e amigos da Uninove, e tantos outros mais.

Que venham as próximas décadas, porque nesta, sem sombra de dúvidas, fizemos muita história!

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.