Australianos expõem vexame das Olimpíadas realizadas na cidade do “malandro bobo”

bobodacorte

Noticiou-se ontem, durante todo o dia, a recusa da delegação australiana em adentrar aos muquifos tratados oficialmente no Rio de Janeiro pela alcunha de “Vila Olímpica”.

Em verdade, apartamentos inacabados, com problemas de todos os tipos (hidráulicos, elétricos, de higiene, etc.), sem contar alguns casos em que portas, torneiras e demais objetos foram surrupiados por uma população ávida pela prática do ilícito.

Com o vexame explicitado mundialmente, o prefeito carioca, Eduardo Paes, que no bairro em que este jornalista cresceu seria tratado, quando avistado, como “puta malandro bobo”, ou seja, alguém que se acha “esperto” e “engraçado”, mas em verdade não passa de um “idiota”, em vez de pedir desculpas e prometer a resolução do problema, decidiu “sair por cima” de uma disputa que somente existia em sua mente desprivilegiada.

“É um dia para se comemorar. A Vila (Olímpica) é incrível, mais bonita e melhor que a de Sydney. É natural que você tenha algum tipo de ajuste a fazer, mas vamos fazer os australianos se sentirem em casa aqui. Estou quase botando um canguru para pular na frente deles”, disse, com absoluta infelicidade.

O troco, porém, bem mais inteligente, foi dado pelos australianos, que responderam: “Não precisamos de cangurus, precisamos de encanadores para dar conta dos vários lagos que encontramos nos apartamentos.”, ampliando a vergonha nacional.

Não deve parar por ai.

Muitas mais estão pro vir, amparadas numa organização deficiente, administrada por notórios incompetentes, muitos com fama de corruptos, entre os quais Governador e Prefeito do Rio de Janeiro, além do presidente do COB, eterno infelicitador, verdadeiro atraso de vida do desporto nacional.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.