Advertisements
Blog do Paulinho

Ação de cobrança por cheques sem fundo comprova participação de Ângelo Pimentel na contratação de Robinho

Ângelo Pimentel entra no Fórum de Goiânia

Ângelo Pimentel entra no Fórum de Goiânia

Recentemente, revelamos que o empresário Ângelo Pimentel, ligado a V(W)anderlei(y) Luxemburgo, foi colocado pelo ex-presidente do Galo, Alexandre Kalil, para receber a comissão da transação que resultou na aquisição do jogador Robinho pelo Atlético/MG.

O objetivo era receber valores que o referido agente lhe devia.

As partes, todas, como era de se esperar, negaram a informação.

Porém, outro credor de Pimentel, a JB Factoring, acaba de pedir, judicialmente, o bloqueio de parte do comissionamento a que Pimentel terá direito pela intermediação do negócio Robinho.

R$ 144 mil (com as devidas correções)

Tudo começou quando o agente, em parceria com outro empresário, Carlos Alberto Izidoro, tentou comprar os direitos federativos doutro atleta de futebol.

Pimentel emitiu três cheques nos valores de R$ 40 mil cada, que depois sustou, alegando “desacordo comercial”.

Ocorre que os documentos já haviam sido descontados na JB factoring, que passou a ser credora do empresário.

Com a devolução dos cheques, a empresa protestou Pimentel, que, em ação judicial, tentou, sem sucesso, reverter a anotação.

Em desespero, o agente tentou dois procedimentos para, supostamente, ludibriar seus credores, e, por consequencia, livrar-se do problema no cartório: oferecer como garantia de pagamento um imóvel, que a Justiça indeferiu após descobrir que já estava enrolado, para depois, em sequencia (obtendo êxito), realizar a troca dos três cheques por um de R$ 132.301,60 (com acréscimo de juros).

Não seu outra: o novo documento foi devolvido pelo banco, sustado, em clara evidência de má-fé.

Sem alternativa, a JB Factoring ingressou com ação de Execução, com recente notificação ao Atlético/MG, para que o clube desconte de Pimentel os valores a receber da comissão de aquisição de Robinho.

Não é o primeiro processo em que o empresário é acusado de “má-fé” comercial, razão pela qual os dirigentes do Galo, sabedores da fama do até então negado “parceiro”, devem explicações para seus torcedores, associados e conselheiros, não apenas por sua utilização no negócio, mas, também, esclarecendo a pedido de quem o agente foi “escalado” para negociar.

NOTIFICAÇÃO DA JB FACTORING PEDINDO QUE O GALO DESCONTE COMISSÃO QUE ÂNGELO PIMENTEL TEM A RECEBER SOBRE A TRANSAÇÃO DE ROBINHO (COMPROVANDO DENÚNCIA DO BLOG)

comissão robinho 1

comissão robinho 2

comissão robinho 3

PROTESTO EM CARTÓRIO CONTRA ÂNGELO PIMENTEL

Protesto 1

CÓPIA DE DOIS DOS TRÊS CHEQUES DE R$ 40 MIL SUSTADOS POR PIMENTEL

cheque 1cheque 2

CÓPIA DO CHEQUE DE 132.301,60, NOUTRO DESCUMPRIMENTO DE PALAVRA DE PIMENTEL

cheque 3

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: