Advertisements

Grêmio: conheça a empresa utilizada por Rui Costa para receber comissões em transações de jogadores

rui costa grêmio

O advogado Rui Costa dos Santos (foto), diretor executivo de futebol do Grêmio, em parceria com o agente de jogadores Rogério Luiz Braun (com quem divide, também, trabalhos de advocacia), beneficiam-se, desde o final de 2012, dos mais diversos tipos de negócios dentro do clube.

Principalmente, transações de jogadores de futebol.

Enquanto Braun escancara (tem o nome, no mínimo, em duas agenciadoras: R. Braun Esportes e Base Soccer Agency Ltd.), Rui Costa tenta esconder.

Mas, apenas cinco meses após assumir cargo, remunerado, para gerir o futebol tricolor, em 30 de abril de 2013, o executivo abriu a empresa SANTI CONSULTORIA ESPORTIVA EIRELI, pela qual recebe, segundo informações, as transferências combinadas.

rui costa 2

rui costa 5

A “consultoria” estaria sendo utilizada, também, pelo irmão de Rui Costa, empresário de atletas com atuação em toda a América Latina.

Explica-se, obviamente, as contratações de alguns estrangeiros (argentinos, uruguaios, etc.) no elenco gremista.

Os vetos de Luis Felipe Scolari a jogadores indicados pelo “grupo”, irritaram o dirigente, que, contrariado, deu início a uma sucessão de boatos, entre os quais o de que o treinador havia “perdido o vestiário”.

Com o trabalho “minado”, Felipão decidiu pedir demissão.

A estratégia foi a mesma utilizada para derrubar outros comandantes do clube, entre os quais Enderson Moreira e até Luxemburgo (este por conflito de interesses).

Para não perder negócios, Costa permitiu que o empresário Rogério Braun atuasse, também, nas categorias de base, local em que aliciou as principais promessas do Grêmio (muitos deles, depois, negociados em parceria com o irmão do dirigente).

rui costa - rogerio braun

Ontem, em entrevista à rádio GRENAL, Marcelo Vianna, agente do jovem Luis Felippe, de apenas 18 anos, escancarou boa parte do “esquema” de locupletação, citando, nominalmente, como beneficiários e facilitadores, o dirigente Rui Costa, seu “parceiro” Rogério Braun, além de Junior Chávare, ex-funcionário.

Segundo Vianna, o atacante recebeu ameaças para assinar com a citada Base Soccer (do esquema), e, por não aceitar, teria sido afastado.

O caso é grave, as evidências estão colocadas (inclusive com testemunhas) restando aos conselheiros do Grêmio minuciosa apuração a fim de evitar que o clube, mais uma vez, seja lesado por “espertalhões” do esporte.

Advertisements

Facebook Comments

26 comentários em “Grêmio: conheça a empresa utilizada por Rui Costa para receber comissões em transações de jogadores”

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: