Anúncios

Empresário cobra calote de R$ 900 mil em comissões do jogador Hugo

hugo

Recentemente, o empresário de jogadores Flávio Guilherme Paraense de Almeida, ingressou com Ação na Justiça Federal do Trabalho reclamando calote em comissionamento do jogador Hugo, que ultimamente vem sendo tratado como ‘persona non grata” no Vitória/BA, clube em que já treina em separado.

300 mil Euros, que, convertidos, perfazem pouco mais de R$ 901 mil.

Os valores são consequência da intermediação da transação de Hugo, quando ainda atuava no Grêmio, para o Al-Wahda Sports Cultural Club, dos Emirados Árabes, em que o atleta recebeu 3 milhões de Euros, com o compromisso de repassar 10% do montante ao empresário.

Findou em 12 de agosto o prazo limite do pagamento, e, após espera de dois anos, com a consequente constatação do calote, Flavio decidiu reclamar sua parte na Justiça.

A inicial da Ação, além do montante descrito, acrescido de juros e correções, pede ainda que a Receita Federal seja notificada, dando a entender, pelo texto, que o jogador teria recebido bem mais dinheiro do que declarou, ou poderia comprovar.

Fato é que, mesmo no Vitória, clube em que afirmou a interlocutores “estar de férias até o final do ano”, do salário de Hugo, oficialmente R$ 90 mil (registrado na CBF), na verdade, R$ 150 mil entram em seu bolso, pagos por fora, sem declaração, em claro indício de sonegação.

Para agravar ainda mais a situação, os advogados do empresário devem solicitar, também, nos próximos dias, analise da Receita Federal da empresa Ferreira Participações, do procurador atual de Hugo, Evandro Ferreira, e também do advogado Diego Sousa – que representa, entre outros, o jogador Vagner Love – sob suspeitas de ambos servirem como “laranjas” para investimentos e recebimentos “ocultos” do atleta.

O processo nº 0000805-66.2014.5.05.0011 tem audiência designada para o próximo dia 03 de outubro, e deve esquentar o ambiente do Fórum Federal Trabalhista de Salvador.

Principalmente após o advogado de Hugo, o citado Diego Sousa, ter telefonado a uma testemunha do empresário Flávio, na última semana, na tentativa de coagi-la a não participar do processo, que deve contar o ocorrido ao judiciário, aparentemente municiada de gravações.

ABAIXO DOCUMENTO DA CBF COMPROVANDO RECEBIMENTO “OFICIAL” DE R$ 90 mil DE HUGO NO VITÓRIA (SALÁRIO REAL É R$ 150 mil), E AUSÊNCIA DE INFORMAÇÃO SOBRE SALÁRIO RECEBIDO NOS EMIRADOS ÁRABES

dut e hugo

CLIQUE NO LINK A SEGUIR PARA TER ACESSO A TODA INICIAL DO PROCESSO

Petição+Inicial+Trabalhista+(Flávio+x+Hugo)

CERTIDÕES INDICAM QUE HUGO ESTARIA FUGINDO DE CITAÇÃO NO PROCESSO

Certidão_do_Oficial_de_Justiça Despacho

Despacho

Anúncios

3 Respostas to “Empresário cobra calote de R$ 900 mil em comissões do jogador Hugo”

  1. anti_corru_PT_os #EuVotoMarina40 Says:

    Estes empresários se tornarão “diretores” de muitos clubes daqui um ano

  2. Marcelo Says:

    No Morumbir não tem disso não, la a gente bota pra correr a tamancadas.

  3. Gilmar Rinaldi (ou Rinaldo) utiliza-se de CPF “duvidoso” e empresário “laranja” para continuar a negociar jogadores na CBF | Blog do Paulinho Says:

    […] https://blogdopaulinho.wordpress.com/2014/09/29/empresario-cobra-calote-de-r-900-mil-em-comissoes-do… […]

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: