MPF investiga promiscuidade entre FPF e Artur Alves Junior, representante da arbitragem

Recentemente, tornamos pública a relação promiscua entre dirigentes da Federação Paulista de Futebol e Artur Alves Junior, que, além de prestar serviços à própria FPF, ainda comanda diversas entidades de arbitragem.

Com aparente medo da verdade, “Arturzinho” tentou, sem sucesso, por vias judiciais, censurar as postagens que o citavam.

Porém não tardou para que suas peripécias chamassem a atenção do Ministério Público Federal, que aceitou denúncia, realizada no início de outubro, contra a Cooperativa dos Árbitros de São Paulo, da qual Alves Junior é, convenientemente, Diretor Financeiro.

Há também denuncia, no Ministério do Trabalho, envolvendo o Sindicato dos Árbitros, não por acaso sob o comando do “polivalente” Artur e sua relação de extrema proximidade com a FPF, outra investigada.

Pressão sobre os árbitros, pedidos de “favores”, perseguição aos que não comungam dos mesmos “interesses”, entre outras barbaridades, fazem parte do sistema de trabalho dessa gente.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

12 ideias sobre “MPF investiga promiscuidade entre FPF e Artur Alves Junior, representante da arbitragem

  1. O que faltou mencionar pelo Sr. Paulinho, é que todos os árbitros filiados a FPF estão sujeitos a escalas sob responsabilidade da mesma pessoa que é presidente do sindicato de árbitros de SP e diretor financeiro da Cooperativa de árbitros de SP, Sr. Artur Alves Jr.
    Os árbitros prestam serviços para FPF e obedecem a escala de de outra pessoa também prestadora de serviço para FPF e ocupante de outras funções ocupando cargos que a mesma pessoa nunca deviria ocupar, um total absurdo anti-ético, ou seja, além dos arbitros não serem profissionalizados, dependem do presidente do Sindicato (que deveria somente defender a classe) para obterem suas escalas.

  2. foi por isso que vimos Rogerio Ceni encarar o juiz daquela forma nao era para menos, ja que o juiz estava apítando corretamente e no segundo tempo a coisa mudou.

  3. O PROBLEMA ´nao é um jogador discutir em tempo normal se esta certo isso ou aquilo mais no intervalo da partido? isso tem que ser proibido e punido com suspensao automatica, sem precisar que o juiz tome qualquer açao.

  4. SOU ÁRBITRO DA FPF E ESTOU SENDO DISCRIMINADO, IMPEDIDO DE APITAR DURANTE TODO ANO DE 2013 POR ESTAR LUTANDO CONTRA O AUMENTO ABUSIVO DO ALUGUEL DA SALA ONDE TENHO CONSULTÓRIO E CONTRA UMA EMPRESA DE MARCENARIA QUE ENTREGOU MAL FEITOS OS MÓVEIS DA MINHA RESIDÊNCIA.
    POR CONTA DISSO, IMPEDIRAM UM CIDADÃO DE EXERCER SEU TRABALHO DE FORMA DIGNA, MEU NOME É LEANDRO CAMARGO COSTA, ÁRBITRO DA FPF DESDE 2000.
    PROCUREI AUXÍLIO DO SINDICATO DOS ÁRBITROS QUE TÊM A OBRIGAÇÃO DE ME DEFENDER COMO SINDICALIZADO QUE SOU HÁ 12 ANOS DESDE O INÍCIO DESTE ANO E NUNCA RECEBI NENHUMA RESPOSTA DO PRESIDENTE ARTHUR ALVES JUNIOR. AGORA LEIO QUE O MESMO TAMBÉM É INVESTIGADO.
    SÓ TENHO UMA PERGUNTA: ONDE VAI PARAR A ARBITRAGEM PAULISTA E BRASILEIRA???
    LAMENTÁVEL E VERGONHOSO!!!

  5. PORRA!

    Desde que iniciei na escola de árbitros até hoje aponto irregularidades e comportamentos desprovidos do mínimo de Ética,
    o tempo passou , mudaram os nomes, os hábitos sofreram algum tipo de aprimoramento, ou seja, as maracutaias erem grandes, no hoje são bem maiores, com a diferença que jornalistas do ontem que diziam isto e aquilo dos árbitros, no hoje, se calam; certamente, neste mato deve ter muitos coelhos; é ou não senhores dirigentes da ACEESP?

  6. Já estava demorando o Multi funcional Arthur alves junior ser investigado por todos os ministérios públicos do Brasil. Que todos os árbitros guardem seus recibos emitidos pela federação paulista de futebol, edital de entrega de DOCUMENTAÇÃO junto com o ABSURDO valor DA TAXA DE INSCRIÇÃO. Recibos de pagamento do patrocinio do uniforme dos árbitros (se houver) todo e qualquer pagamento do sindicato e cooperativa.
    Guardem pois os ministérios poderão pedir vistas destes documentos.
    vlw

  7. Leandro, encaminhe estes links para os sites da arbitragem e veja qual deles eles publicam. Apenas o primeiro, pois o segundo é muito amigo dos doi$ sites. Um deles até foi convidado para trabalhar como a$$e$$or de imprensa.

    http://blogdopaulinho.wordpress.com/2013/10/16/juiz-ladrao-corre-de-salario-baixo-em-jacarei/#comments

    http://blogdopaulinho.wordpress.com/2013/10/16/mpf-investiga-promiscuidade-entre-fpf-e-artur-alves-junior-representante-da-arbitragem/

  8. “Concordo em parte com seu post, ou seja, todo conteúdo da parte que fala das escalas antecipadas até o seu final. Mas discordo do inicio quando cita trios do mesmo estado.

    Em nada vai mudar para melhorar ou para piorar a qualidade dos apitadores se os integrantes da arbitragem forem do mesmo estado, lembro que no inicio do ano temos os campeonatos regionais e os erros acontecem na mesma proporção. O erro recorrente é fruto da má qualidade individual do apitador e ela se manifestara estando ele acompanhado ou não de

    No campeonato brasileiro em suas diferentes divisões, já tivemos trios fixo, misto e até mesmo com todos os integrantes de estados diferentes sem aumento ou diminuição dos erros de forma aparente.

    Hoje o árbitro é visto pela CA-CBF como numero, não importa a qualidade de cada um e sim a quantidade de jogos que trabalhou. Com exceção dos impedidos por algum motivo de trabalhar, os demais dentro de suas divisões se equivalem nos números de jogos e assim a comissão de arbitragem age politicamente não dando margem para reclamações.

    A arbitragem só vai melhorar quando o talento e o dom for mais importante na formação e escala do árbitro do que a política e os apadrinhamentos. Só vai melhorar quando todos tiverem a mesma chances só permanecendo os que conquistarem seus espaços dentro das quatro linhas e não nos gabinetes como na atualidade.

    Esse modelo implantado na gestão Sérgio Corrêa esta falido, é uma arvore infectada de sanguessugas que não dará fruto. Deu sua contribuição na parte de organização inexistente até então, mais foi um retumbante fracasso na renovação, basta ver que nossos melhores árbitros estão em fim da carreira e que os novos com raríssimas exceções conquistaram espaços mais pela ajuda extracampo do que pela capacidade demonstrada em campo.

    Obrigado pelo espaço e também me desculpe pelo desabafo!”

    Este post demonstra bem o que pensa o dono do site.

    É como um artistra, se pagar bem o cache, elogia até a sogra!

  9. Faço parte do meio de árbitros da FPF e afirmo, é um bando de gente pucha saco do Arthur pra subir de categoria…. tem gente que faz jogo praticmaente de “graça” pro sindicato para ele dar uma forcinha em escalas e subir de categoria… é notório o favorecimento de quem é sindicalizado e de quem não é …. detalhe todos nós contribuidores com o sindicado já que as taxas são descontadas a cada partida… as informações da FPF vazam direto pra terceiros, como quem está dispensado e onde fulano está escalado, além de muita vezes fulano solicitar determinada escalação… por isso estou abandonando esse meio imundo que é a arbitragem e a FPF.

  10. Engraçado como o apito nacional não publicou essa linda matéria. Ele assim como o PPJ estão comendo no mesmo prato. Arthurzinho e martinszinho são agora supostamente os tutores desses sites. Não há nada de grave que eles publicam, se for contra será somente coisinhas, ou então serão baitas de elogios. O Blog do Paulinho dá um banho de credibilidade e isenção verdadeira nas reportagens por ele postadas. Esses restos estão contaminados, pelo próprio sistema , com afinidade de cada caráter. Esses restos só publicam quando tem interesse pessoal na notícia, são covardes e oportunistas, não merecem credibilidade. Esses restos parece que tiram vantagens em cima dos posts.
    São realmente restos.
    Obrigado Paulinho estamos com vc.
    Reportagem imparcial, verdadeira, com credibilidade, sem Interesse, a nossa classe agradece, Paulinho fique sempre assim.
    Você é o melhor

  11. Sempre bati de frente com gentalha desta espécie, como também com seus defensores;

    Abelardo Barbosa, saudoso comunicador conhecido por Chacrinha dizia:

    Neste mundo nada se cria, tudo se copia

    No setor de árbitros ocorre o mesmo, como diferencial;

    O aperfeiçoamento das maracutaias,os objetivos são os mesmos:

    Levar vantagens em troca do Nojento

    Toma Lá Dá Cá

  12. Prezados Euclides, Paulo, arbitro e demais internautas.

    Pela credibilidade alcançada ao longo dos quatro anos desde a sua fundação e pelo conteúdo já publicado no site http://www.apitonacional.com.br era desnecessário ter que vir a publico esclarecer nossa posição e relembrar fatos passados.

    Como fomos citados e pelo respeito que temos pelo Blog do Paulinho, uma de nossas fontes de pesquisa, usamos do direito de resposta para esclarecer que:

    O site que fundei e represento não é inquisidor, não é dono da verdade nem tão pouco a favor ou contra alguém especifico. Nossa única função é repassar as informações sobre arbitragem da forma mais fidedignas possível aos nossos internautas e a eles e somente a eles devemos qualquer tipo de satisfação.

    Já publicamos varias matérias com criticas à arbitragem paulista e por extensão ao dirigente Arthur Alves Junior como algumas abaixo relacionadas. Portanto podem criticar a vontade varias coisas no site, menos que não criticamos a postura como dirigente e a administração do dirigente paulista.

    Brigas internas e renuncia do tesoureiro marcaram 33º Congresso da ANAF.

    Por discriminação, árbitro levará Federação Paulista de Futebol aos tribunais.

    Árbitro da FPF leva tiro em Bauru e fica paraplégico.

    “Fui retirado da A1 e da CBF por não trabalhar pelo Sindicato (SAFESP)” diz assistente.

    Silêncio em troca da ascensão na arbitragem paulista.

    Como publicamos, recentemente recebemos convite do senhor Arthur Alves Junior para assessorá-lo, convite que recusamos por ser incompatível com as funções que exercemos e por não concordar com a maioria do que pensa o dirigente.

    Sempre que necessário, vamos e iremos à sede do sindicato, que não é do senhor Arthur e sim dos árbitros paulistas associados, que tem o dever estatuário de nos receber e prestar esclarecimentos caso queira. Como somos bem recebidos, não podemos deixar de relatar, fato que nada interfere nas matérias publicadas.

    Por fim e já agradecendo a oportunidade, informamos que ainda esta semana, será veiculada matéria “O profissional” onde constara varias informações dos interesses dos árbitros paulistas e do Brasil em geral sobre as multi funções de Arthur Junior.

    Diferentemente do que alguns pensam e criticam, pois é muito fácil criticar sem oferecer ajuda ou opções, não temos rabo preso nem com este e nem com qualquer outro dirigente do apito. O que fazemos é às claras e quando tivermos que decidir por funções conflitantes, optaremos por apenas uma como temos feito ao longo de nossa história.

    Obrigado pela atenção.

    Marçal – Apitonacional

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.