Advertisements
Anúncios

O Bronze da incompetência

 

A Seleção Brasileira é Bronze em Pequim.

Chegou muito mais longe do que merecia.

O futebol apresentado no torneio foi pobre.

A preparação (?) e a retaguarda da CBF inexistente.

Como de costume.

Ouro olímpico ?

Só quando terminar o chá de cadeira.

Com a queda de Ricardo Teixeira.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Prata e Bronze no volei de praia

 

O Brasil conquistou mais duas medalhas olímpicas.

Dessa vez no Vôlei de Praia.

Primeiro veio o Bronze, com Ricardo e Emanuel.

Venceram com facilidade seus oponentes e mostraram que possuíam condições de ocupar um lugar ainda mais alto no pódio.

Na partida seguinte, Fabio Luiz e Marcio disputaram sua primeira final Olímpica.

Perderam a decisão, mas levaram uma valiosa medalha de prata.

Até porque disputaram o torneio como zebras.

Eliminaram Ricardo e Emanuel, até então campeões olímpicos, o que tornou a façanha ainda mais importante.

Estão todos de parabéns.

Facebook Comments

Negociata no futebol e vitalício para Marlene Matheus

Balcão de negócios

O Corinthians contratou mais um jogador do Iraty/PR.

Equipe que tem a empresa de V(W)anderlei(y) Luxemburgo, amigo de Antonio Carlos, como responsável pelos atletas.

Local para onde Cilinho desviou jogadores das equipes de base.

Almeida é volante e fechou contrato por três meses.

Na posição o clube conta com Fabinho, Perdigão, Nilton, Carlos Alberto, Eduardo Ramos e Elias.

É uma demonstração clara que o atleta chegará ao clube para não jogar.

O Corinthians está sendo utilizado de vitrine para essa gente se locupletar da negociação de atletas inexpressivos.

Almeida vai se juntar a Careca, Bebeto e Alves (que até de nome já trocou).

O departamento do Sr. DETRAN continua dando lucro.

Uma pena que não seja para o clube.

 

A última vitalícia

A reunião do CORI pegou fogo.

Na pauta estava um assunto polêmico.

Conceder ou não o título de conselheira vitalícia para Marlene Matheus.

Ela é a única ex-presidente do clube que não possui a honraria.

Enquanto isso Mané da Carne e André Negão já foram agraciados com o título.

A discussão foi acalorada.

Wilson Bento Jr. e Valdemar Pires, a princípio, foram contrários a concessão.

Valdemar disse que não era o momento para se tratar desse assunto.

Bento, mais contundente, se posicionou contrário.

Segundo ele o novo estatuto prevê a diminuição do quadro de conselheiros vitalícios.

Seria, portanto, uma incoerência conceder mais um título.

Marlene se exaltou, discutiu e abandonou a reunião.

Que continuou sem a sua presença.

O caso foi aberto para votação.

Por maioria, o CORI decidiu conceder-lhe a honraria.

Falta agora a aprovação do Conselho Deliberativo.

A reunião será no próximo dia 30.

Facebook Comments

Benja entrevista Zico

O Benja entrevistou Zico, o maior ídolo da história do Flamengo.

Não perca !

Facebook Comments

Marta ou Ronaldinho ?

 

Qual a diferença entre Marta e Ronaldinho ?

Possuem talentos semelhantes.

Ambos já foram considerados os melhores do mundo.

Por que o povo brasileiro adora a jogadora e despreza o atleta ?

A resposta é simples.

Comprometimento e respeito pela camisa que está vestindo.

A atuação de Marta na final olímpica foi de emocionar.

Muito diferente do que Ronaldinho fez a vida inteira pela seleção.

Se ele jogasse com metade da bravura de Marta seria aclamado pelo torcedor brasileiro.

Ronaldinho é um talento inutilizado pela falta de vontade de vencer.

Uma pena.

Facebook Comments

Aleluia nepotismo !

 

Guardem bem a fisionomia da figura acima.

José Carlos Aleluia (DEM-BA)

O STF aprovou a proibição ao nepotismo nos três poderes.

Aleluia, com a cara de pau peculiar dos políticos de seu nível intelectual e moral, fez uma sugestão para amenizar o “problema”.

Pediu a criação de cotas para o nepotismo.

Acreditem, não é piada.

Você tem o poder, através do voto, de eliminá-lo da vida pública.

Não perca a oportunidade.

Facebook Comments

Menos R$ 10 mil na conta do Capeta

Igreja Universal é obrigada a devolver dízimo de fiel em Minas Gerais

Especial para o UOL

Em Belo Horizonte

A Igreja Universal do Reino de Deus em Belo Horizonte foi condenada a devolver valores destinados à congregação desde 1996, em valores ainda a serem apurados na liquidação da sentença, e ainda ressarcir um homem em R$ 5.000 por danos morais. Segundo o TJ-MG (Tribunal de Justiça de Minas Gerais), o fiel foi considerado incapaz de tomar decisões por contra própria.

Na sentença, desembargadores entenderam que a Igreja Universal fora negligente ao aceitar as doações. “A instituição religiosa que recebe como doação valor muito superior às posses do doador, sem devida cautela, responde civilmente pela conduta desidiosa”, disseram desembargadores da 13ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais.

Segundo laudo pericial psiquiátrico pedido pelo tribunal, o doador das quantias é portador de enfermidade de caráter permanente.

Conforme relatos do TJ-MG, o fiel fora compelido a participar de reuniões antecedidas ou sucedidas de pedidos de doações financeiras.

No processo, o freqüentador dos cultos, que não teve seu nome divulgado, foi representado pela mãe.

O fiel trabalhava como zelador e tivera todo o ordenado tomado pela doação que fazia à instituição religiosa. Em dado momento, com o agravamento da doença, fora afastado do trabalho e, segundo dados do processo, passara a emitir cheques pré-datados para a Igreja Universal.

Ainda de acordo com o tribunal, o homem contraiu empréstimo em instituição financeira e chegou a vender um lote por valor aquém do que o terreno valia em prol da Igreja Universal.

Com “promessas extraordinárias”, segundo o processo, o homem fora induzido a fazer as doações financeiras e, por seu turno, pessoas que tentavam demovê-lo da prática eram tachados de “demônio”. A mãe seria o principal ente do mal para ele.

Inicialmente, o juiz da 17ª Vara Cível de Belo Horizonte havia argumentado que a incapacidade permanente do doador só fora constatada a partir de 2001, isentando assim a igreja de restituir valores anteriores a esse período.

Estipulou assim em R$ 5.000 o valor a ser reembolsado e mais R$ 5.000 por danos morais.

Tanto a igreja quanto o rapaz, representado pela mãe, recorreram da decisão. Em nova análise, o desembargador Fernando Botelho, relator do recurso, disse entender que a interdição veio apenas corroborar uma situação de incapacidade pré-existente.

“Mesmo antes de 1996, ano em que o autor passou a freqüentar as dependências da igreja e a fazer-lhe doações, já apresentava grave quadro de confusão mental, capaz de caracterizar sua incapacidade absoluta, já que, no laudo pericial, restou consignado que ele não reunia discernimento suficiente para a realização dos atos da vida civil”, informou em seu despacho o relator do processo.

Ainda cabe recurso ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), em Brasília-DF.

A reportagem do UOL tentou entrar em contato com os advogados da Igreja Universal do Reino de Deus, mas foi informada que um dos representantes da igreja perante o TJ-MG está em viagem a São Paulo e só retorna a Belo Horizonte no sábado.

O advogado Luiz Eduardo Alves, que atuou no caso representando a instituição evangélica, não foi localizado por meio dos números telefônicos repassados à reportagem.

Facebook Comments

E que jogaço !

Por ALBERTO HELENA JR.

http://esporte.ig.com.br/colunistas/alberto_helena_jr/?act=lkpost&arquivohtml=&postanch=&ext=true

Foi um daqueles jogos que nos reconciliam com o futebol, esse tão vilipendiado futebol brasileiro pelos pragmáticos de plantão. Prova cabal de que competitividade pode e deve conviver no mesmo nível com a técnica e a habilidade.

Flamengo e Grêmio irrigaram o gramado do Maracanã com sangue e suor, sem contudo, perder o senso do jogo. Ou seja: jogar bola. E como jogaram!

No primeiro tempo, o Flamengo foi superior e chegou ao seu gol num tiro longo de Juan que Vítor, numa das raras falhas do goleiro-sensação do campeonato, rebateu para Max matar e concluir ás redes tricolores.

Basicamente, a superioridade rubro-negra era fruto de uma simples operação aritmética: como o Grêmio jogava com três zagueiros, faltava um no meio de campo para combater os quatro do Flamengo no setor. Mais precisamente – cinco, pois Marcelinho Paraíba, em noite inspirada, recuava para organizar as jogadas junto com seus companheiros.

Celso Roth, no intervalo, remediou a situação, com a entrada de Makelelê na ala-direita, passando Souza para o meio. Souza, então, ao lado de Tcheco e de Rafael Carioca, assentou o passe do Grêmio, que, aos poucos foi assumindo o controle da bola e dos espaços.

Mas, ainda faltava alguém lá no front, onde restou apenas Marcel, com a saída de Perea para a entrada de Makelelê, o que Roth corrigiu trocando o zagueiro Jean pelo atacante Reinaldo. E, no exato instante em que Caio Jr. decidia reequilibrar as coisas, com a escalação de Jônatas, Souza acertou aquela bomba magistral: 1 a 1.

Bem, a partir daí, o jogo entrou em delírio, lá e cá, até que Toró empurrasse para as redes trama armada e concluída por Marcelinho Paraíba, um dos dois nomes dessa noite iluminada pela entrega e talento das duas equipes. O outro foi, sem dúvida, Souza. Além dos dois técnicos, que passaram o segundo tempo jogando um xadrez imaginário à beira do gramado.

Obrigado a todos os envolvidos, vencedores e perdedores.

Facebook Comments

Prata dolorida no futebol.

A Seleção Brasileira feminina é medalha de Prata em Pequim.

Bem menos do que merecia, muito mais do que poderia se imaginar levando-se em consideração a preparação inadequada de sempre.

Ao contrario das americanas, inferiores tecnicamente, mas superiores em organização fora do campo.

Foi uma prata dolorida, sem duvida, mas que merece ser exaltada pela luta Brancaleônica dessas meninas que nada recebem de apoio da CBF.

A partida foi um jogo de gato e rato.

O Brasil buscava o ataque, com menos eficiência do que o costume, e os EUA, admitindo a inferioridade técnica, só se defendiam.

Poucos lances de gol foram criados.

O Brasil mandava na partida, mas não conseguia vencer a forte marcação tática americana.

O melhor momento foi em uma jogada espetacular de Marta, já no segundo tempo, em que a goleira Hope Solo fez um milagre.

No fim do tempo normal, já sem pernas, o Brasil foi salvo duas vezes pela goleira Barbara.

Que lamentavelmente falhou aos 5 minutos da prorrogação, em batida de fora da área de Lloyd, que fez o gol do título.

Marta, uma obcecada, lutou muito, chegou a ser emocionante.

Demonstrou para os marmanjos do atual futebol profissional, que é possível perder com dignidade.

Infelizmente não deu.

Mas que essas valiosas e lutadoras meninas sejam exaltadas.

Sozinhas conquistaram uma medalha de prata olímpica.

Enquanto a equipe de milionários mascarados deu vexame contando com o apoio do Imperador da CBF.

A medalha de Ouro ficou com quem se organizou melhor.

Dentro e fora de campo.

Facebook Comments

Celso de Mello e a Máfia Russa

Na foto acima você vê o ministro do STF, Celso de Mello.

De maneira acertada ele concedeu habeas-corpus para Kia Joorabchian.

Onde já se viu prender figura tão honesta.

Ele nunca foi testa de ferro da Máfia Russa.

Seus encontros com os Poderosos Chefões da Rússia, o falecido Badri Patarkatsishvili, e Boris Berezovski foram pura coincidência.

O relatório do Ministério Público de São Paulo foi forjado.

Dr. Romeu Tuma não entende nada de crime organizado.

O Ministro Celso de Mello demonstrou ser tão honesto quanto seu companheiro de STF, Gilmar Mendes, que também deu grande contribuição ao país concedendo dois habeas-corpus para o injustiçado Daniel Dantas.

Os juristas e estudantes de direito terão na figura desses dois ícones da moralidade judiciária, Celso de Mello e Gilmar Mendes, exemplos de como agir com honestidade e competência.

Sabemos bem que no caso de Kia Joorabchian existiam brechas na lei que permitiam, como no caso de Daniel Dantas, que o Ministro tomasse qualquer decisão.

Conceder o benefício, baseado na evidente não periculosidade de alguém que se encontra de vez em quando e por acaso com chefões da Máfia Russa ou não conceder baseado nos relatórios fictícios inventados pelo MP e pela PF.

Parabéns ministro Celso de Mello.

É por causa de gente como o senhor que injustiças não são cometidas com pessoas de bem.

Por isso Paulo Maluf, Fernando Collor, José Sarney e assemelhados sempre são absolvidos no STF.

Não há provas contra eles.

São pessoas de boa conduta e passado limpo.

Quanto a Kia Jooarbchian, que seja bem-vindo novamente ao Brasil.

A PF o aguarda ansiosamente para um jantar de retratação.

Não se esqueça de passar na residência de Andrés Sanches, o presidente que tem medo, afinal, amigos fiéis tem que ser exaltados.

Ligue também para a produção do Garoto Propaganda.

Afinal, Mr. Kia, o Brasil precisa de muitos homens como o senhor.

Confira abaixo uma fotografia tirada em um desses encontros casuais.

Kia Joorabchian com o Poderoso Chefão, Badri Patarkatsishvili e Alberto Dualib, em evidente encontro casual.

Crédito da foto: Livro “Salvem o Corinthians” de Carla Dualib

Facebook Comments

?????????

“Não sou Santos Dumont, não vou ficar inventando desculpas”

V(W)anderlei(y) Luxemburgo

Facebook Comments

Scheidt e Prada conquistam a Prata em Pequim

 

Robert Scheidt e Bruno Prada, em uma fantástica recuperação, conquistaram a medalha de Prata para a Vela em Pequim.

Um feito notável, principalmente para Scheidt que em quatro Olimpíadas conquistou 4 medalhas.

Duas de Ouro e duas de Prata.

Vale lembrar que ele competiu pela primeira vez na classe Star em um torneio olímpico.

A dupla começou o torneio com resultados ruins, mas se recuperaram nas ultimas regatas.

Parabéns aos dois por mais essa conquista.

Facebook Comments

Fenômeno jamaicano

Nas Olimpíadas de Michael Pheps outro nome também faz história.

É Usain Bolt, velocista da Jamaica.

De maneira extraordinária ele ganhou duas medalhas de Ouro.

Ultrapassou o limite do ser humano ao bater dois recordes mundiais e vencer as provas dos 100 e 200 m. rasos.

Tornou-se o homem mais rápido do mundo.

Deu-se ao luxo de se poupar na prova dos 100m., demonstrando estar anos luz a frente de seus adversários.

É o maior nome do atletismo em Pequim.

Facebook Comments

Preços Olímpicos

Por MAURICIO SAVARESE

http://www.blogdosavarese.blogspot.com/

Por estas bandas tive o prazer de arrumar ingressos para eventos bem edificantes, como hóquei na grama, arco e flecha e tênis de mesa. E também vi semifinais do tênis e partidas de basquete na primeira fase. Se eu somar o preço de todos os ingressos, gastei 250 reais. Comprando com agência de viagem e cambista.

Bem módico.

Mas para um chinês médio, cujo salário não passa de 200 reais, gastei uma fábula. Nas cacetadas de vezes que perguntei –com ajuda de tradutor– se taxistas, garçonetes e aposentados tinham conseguido ingressos, a resposta que obtive quase sempre foi a de “não tenho dinheiro para isso”. Não tinham mesmo.

Só em julho o núcleo da inflação na China –tirando combustível e comida– bateu nos sete por cento. Os salários têm reposição ocasional, mas nem um crescimento de 20 por cento ao ano sustentaria isso para os caras, que estão vendo os preços da comida deles disparar. Uma das razões para isso são, surpresa!, os Jogos Olímpicos.

Pelo que contaram algumas das pessoas daqui, os vendedores mais simples, de agricultura familiar, costumam fornecer produtos para mercados de todo tipo. Esses vendedores, quase sempre de fora da cidade, não podem entrar. Caminhões de maior porte também não entram, por medo de que possam carregar armas.

Uma questão de segurança.

Vai chegando o fim das Olimpíadas e a impressão que se tem de algumas pessoas é de que será um alívio. O governo alertou há tempos que as amarras mais fortes durariam até o fim das Paraolimpíadas, mas já há quem pense que esse estado de Pequim quase sitiada não vai se manter por muito mais tempo.

Fico pensando se para um chinês médio, que viu o governo falar nessas Olimpíadas por sete anos, valeu a pena o esforço. O preço da comida subiu, o trânsito das pessoas pelo país deu uma boa desacelerada e os empresários que ganham mais de 400 reais ao mês já dizem que esse período desacelerou os negócios.

Propaganda é a alma do negócio?

Facebook Comments

Palmeiras goleado, Tricolor de virada e Santos na rabeira

Não pude assistir às partidas do Brasileirão nessa rodada.

Tive um chatíssimo trabalho de Faculdade para fazer em classe.

Consegui apenas assistir, de longe, ao segundo tempo de internacional e Palmeiras.

Foram 45 minutos de superioridade gaucha.

São Marcos, mais uma vez, evitou o pior.

A defesa do Palmeiras é horrorosa.

Para o Inter o placar de 4×1 pode indicar o inicio de uma arrancada.

O Santos conseguiu a proeza de empatar com o Ipatinga.

Saiu na frente, mas não conseguiu segurar o resultado.

O caminho do rebaixamento está cada vez mais perto.

O São Paulo cumpriu sua obrigação no Morumbi.

Virou o primeiro tempo perdendo, mas teve forças para virar o marcador.

Ainda longe do Grêmio, mas com chances, o tricolor briga pelo título.

Será que dá ?

Facebook Comments

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: