Advertisements
Blog do Paulinho

Árbitro da final da Copinha faz parte das vantagens recebidas pela tia sindicalista

Chamou a atenção a escalação do jovem Gustavo Holanda Souza na final da Copa São Paulo, apesar de seus 23 anos – o mais jovem a apitar uma decisão da Copinha.

Ao final, teve bom desempenho, embora ‘lutasse’ para não expulsar jogadores ao final da partida.

A mídia, que o elogiou, esqueceu-se, porém – muitos por desinformação -, de contextualizar os bastidores de sua escalação.

Gustavo é sobrinho de Regildênia de Holanda Moura, atual vice-presidente do Sindicato dos Árbitros (SAFESP), que, apesar de impossibilitada, estatutariamente, de atuar na arbitragem, o tem feito na condição de observadora e também instrutora, com absoluta conivência com a Federação Paulista de Futebol.

À benesse, remunerada, junta-se agora a elevação, segundo alguns, passando por cima de muitos, da carreira do parente.

Regildênia demonstra-se sindicalista mais por oportunismo do que desejo de favorecer a categoria – excetuando-se a própria família, que fecha olhos para os desmandos do Presidente, a quem encobriu durante aventura eleitoral de contas reprovadas em Jacareí.

Após mais esse mimo da FPF, que acaba por prender o destino do sobrinho aos anseios da cartolagem, no momento de decidir entre os interesses dos árbitros e os da Federação, não é difícil supor os caminhos a serem definidos.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: