Advertisements

Capitão do Mato, Genocida e Micheque ‘torciam’ no Mané Garrincha

Não poderia ser mais simbólica, entre os poucos torcedores que ousaram enfrentar o COVID-19, ontem (21), no Mané Garrincha, para assistir a vitória do Flamengo contra o Defensa Y Justicia, do que a presença de três símbolos do genocídio brasileiro.

Na Tribuna, entre bajuladores e ministros, estava o deputado federal ‘Capitão do Mato’, o presidente Genocida e Micheque, a primeira dama que embolsa.

Enquanto a maioria torcia pelo Flamengo, o trio, demagogicamente trajado com as cores da equipe, apreciava a possibilidade, diante de seus olhos, de novas infecções.

Afinal, quanto mais doentes, maior a necessidade de vacinas.

E a CPI da pandemia tem demonstrado bem o funcionamento do sistema de compras do Governo, sempre generoso no pagamento a fornecedores, ainda que estes existam apenas no papel.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: