Advertisements

Twittada que detonou conselheiro partiu de dentro da sede do Palmeiras

No último dia 1º, revelamos que Guilherme Gomes Pereira, conselheiro do Palmeiras, ingressou com ação judicial contra o twitter, para obrigar a plataforma a identificar usuário anônimo que estaria acusando-lhe de participar da ‘maior fraude da história’ do clube.

O perfil em questão é o ‘@Garcom_da_SEP’.

As publicações reclamadas são as seguintes:

  

No dia seguinte (02), o juiz Luis Gustavo Estevez, da 11ª Vara Civil, concedeu liminar para “determinar que, no prazo de 72 horas, twitter exibisse:

  • (i) todos os dados pessoais cadastrais coletados vinculados ao perfil “@garcom_da_SEP”, inclusive número de telefone e/ou endereço de e-mail normalmente coletados para autenticação de conta e
  • (ii) os endereços IP’s vinculados aos registros de acesso ao perfil “@garcom_da_SEP” dos últimos 06 meses, com indicação de datas e horários (contendo a indicação de fuso-horário no padrão UTC), especialmente aquele referente à mensagem enviada em 19 de junho de 2021, às 12h32.

O magistrado disse ainda que se as determinações fossem descumpridas designaria perito em informática para visitar a sede do Twitter com mandado de ‘busca e apreensão’ de equipamentos e dados.

Obedecida a ordem, descobriu-se que a ‘twittada’ partiu do IP nº 189.51.1.186, precisamente às 21hh35m25 do dia 08 de junho de 2021.

O local?

A sede da Sociedade Esportiva Palmeiras.

Por conta disso, o clube será intimado, nas próximas horas, a fornecer os dados pessoais de quem utilizou o computador palestrino.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: