Advertisements

Lançamento de candidatura de Gobbi é marcado por seletividade de jornalistas e apoiadores complicados

Não houve surpresas no lançamento da candidatura do delegado Mario Gobbi à presidência do Corinthians, realizado na Avenida Angélica, com a presença de jornalistas selecionados a dedo, o que levou à recusa (sem resposta) da solicitação de participação do Blog do Paulinho.

Ao mesmo tempo, torcedores do Timão protestavam às portas do Parque São Jorge, relembrando uma das proezas do ex-presidente, a contratação de Alexandre Pato, por R$ 40 milhões, quando o Milan havia oferecido o ‘produto’, gratuitamente, por empréstimo.

Soube-se depois, por matéria deste blog, que muitos intermediários se deram bem no negócio, entre os quais Andres Sanches e Duílio ‘do Bingo’ Monteiro Alves, agora criticados pelo delegado.

No discurso de ontem, Gobbi repetiu promessas que vem realizando nas ‘lives’ produzidas pela sua própria assessoria, nenhuma delas colocadas em prática no período em que sentou na cadeira presidencial alvinegra.

Mas a ‘cereja’ do bolo da criatividade política se deu ao explicar o fato de ter dobrado a dívida do clube, que já era enorme, em seu período de gestão.

Gobbi disse que suas contas passaram a ser positivas quando o presidente posterior, Roberto Andrade, vendeu jogadores que ele havia contratado, numa loucura contábil que nem mesmo Raul Corrêa da Silva, seu ex-vice de finanças e também apoiador conseguiria maquiar.

Partindo desse princípio, a gestão de Sanches, com dívida que aproxima-se de R$ 700 milhões (sem contar estádio, etc), seria ‘absolvida’ se o próximo presidente vender todo o elenco alvinegro e deixar saldo positivo em caixa.

Por fim, nada foi mais esclarecedor dos objetivos de uma nova gestão Gobbi do que a fotografia oficial em que vários de seus apoiadores posicionaram-se em torno do candidato.

Tinha ex-diretores de Sanches para todo gosto e com os mais diversos currículos possíveis, alguns deles registrados em inquéritos criminais, como o caso do ex-diretor de futebol Sérgio Janikian, ou ligados a agenciamento de jogadores, esquema de manipulação de eleições de sindicatos, etc.

Não à toa a chapa foi nomeada ‘Reconstrução”, até porque, nada mais justo que os que ajudaram a destruir sejam intimados a reparar, desde que não assumindo, novamente, os cargos que desonraram no passado.


Em 2009, o Blog do Paulinho, nos vestiários do Pacaembu, questionou Mario Gobbi, na condição de diretor de futebol da gestão Andres Sanches, no Corinthians, sobre investigação, em curso à época, de possível associação do delegado com criminosos no Parque São Jorge.

Ele alegou desconhecer a presença de bicheiros e bingueiros no clube, embora estes ocupassem cargos de diretoria.

O vídeo, apesar de já ter 11 anos, pode ter motivado a recusa de nossa participação no evento:

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: