Advertisements

Presidente da Portuguesa é acusado de estelionato e formação de quadrilha. Conselheiros pedirão afastamento do cartola

Em litígio com a Portuguesa por conta da propriedade da ‘Feirinha da Madrugada’, Diego Agiani, que teria sido passado para trás pelo presidente da Portuguesa, Alexandre Barros, contra-atacou.

Durante a semana, o empresário protocolou queixa-crime contra o dirigente e seus cartolas mais próximos, entre os quais diretores jurídico e de futebol.

As acusações envolvem a prática de estelionato e formação de quadrilha.

O processo corre em sigilo de justiça.

Por conta desse procedimento, nas próximas horas, conselheiros da Lusa, que receberam parte do material comprobatório inserido na ação, ingressarão na Justiça com pedido de liminar pelo afastamento de todos os envolvidos.

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
Powered by
%d blogueiros gostam disto: