Advertisements
Anúncios

Pobres, desesperados e negativados são os verdadeiros patrocinadores do Palmeiras e da Mancha Verde

O Blog do Paulinho teve acesso a números alarmantes que configuram o contrato de empréstimo da Crefisa para um de seus clientes, oriundo de classe bem pobre, e, por razões diversas, com o nome negativado nos órgãos de proteção ao crédito.

À pedido, preservaremos a fonte.

R$ 5 mil foram tomados, a juros extorsivos de 21,06% ao mês (252,7% ao ano!)

Seis parcelas de R$ 1.543,27, praticamente dobrando o valor emprestado.

Por razões evidentes, boa parte dos clientes, que fecham contratos por desespero, em vez de resolver os problemas, acaba por agravá-los, sem condições de quitar a nova despesa.

A Crefisa, em tese, ao explorar essa situação, estaria incorrendo em crime de Usura, tipificado no Decreto n.º 22.626/1933, muito bem explicado no link a seguir:

https://sanascimentojunior.jusbrasil.com.br/artigos/256177349/juros-acima-de-12-ao-ano-isso-e-crime-de-usura

Na contramão, Súmula 596, do STF, diz que: “as disposições do Decreto 22.626/1933 não se aplicam às taxas de juros e aos outros encargos cobrados nas operações realizadas por instituições públicas ou privadas, que integram o Sistema Financeiro Nacional”.

Há controvérsias, segundo alguns advogados ouvidos pelo blog, sobre se a Crefisa poderia ser beneficiada por este entendimento, porém, poucos conseguem processá-la, alguns por falta de conhecimento em seus direitos, outros sem condições financeiras de arcar com despesas advocatícias.

Ontem, o Blog do Paulinho revelou que a Crefisa emprestou, a juros bem menores, R$ 120 milhões para que o Palmeiras pudesse contratar jogadores, sem contar os R$ 80 milhões anuais em patrocínio; além da “doação” de R$ 3,5 milhões para o carnaval da “Mancha Verde”, ligada ao conselheiro alviverde Paulo Serdan.

Não se trata de exagero atribuir essa fortuna à exploração do suor de pobres, desesperados e negativados.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

2 comentários em “Pobres, desesperados e negativados são os verdadeiros patrocinadores do Palmeiras e da Mancha Verde”

  1. Paulinho, o crime de “Usura” não se aplica às instituições financeiras conforme jurisprudência no STF:

    Súmula 596

    As disposições do Decreto 22.626/1933 não se aplicam às taxas de juros e aos outros encargos cobrados nas operações realizadas por instituições públicas ou privadas, que integram o Sistema Financeiro Nacional.

  2. Paulito, esse papo furado de “segundo fontes” ou “vamos preservar os nomes das pessoas ” sao algumas das desculpas para jogar na imprensa notícias tendenciosas. É o velho e manjado estilo ‘juca Kfouri ‘de escrever.

    Paulinho: como é dura a burrice…

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
Powered by
%d blogueiros gostam disto: