Advertisements
Anúncios

Filha de José Dirceu amplia atuação na Arena de Itaquera com gestão Rosenberg

Joana Saragoça, filha de José Dirceu (PT)

Exercendo a função de “Primeiro Ministro” do Corinthians, Luis Paulo Rosenberg recebeu carta branca de Andres Sanches (que preocupa-se apenas com os negócios do futebol), para tocar a Arena de Itaquera, enquanto André Negão cuida do clube social, no Parque São Jorge.

Literalmente um trio “parada dura”.

Rosenberg tem, nesta função, dois nomes de confiança: Caio Campos, na área comercial, e Joana Saragoça, filha do corrupto petista José Dirceu, nas finanças.

Ambos mandam em desmandam na Arena.

Saragoça, que foi colocada no cargo ainda na gestão Roberto Andrade (por indicação de Andres Sanches), recebeu aumento (antes recebia R$ 6 mil mensais; fala-se agora que subiu para, no mínimo, o dobro), é a responsável, entre outras coisas, pela estratégica função de liberar pagamentos a fornecedores.

Enquanto os conselheiros alvinegros desconhecem os números da operação financeira do estádio, a filha de Dirceu sabe, de cor e salteado, quanta entra de dinheiro, e controla, principalmente, o destino final de muitas destas quantias (OMNI, Fundo, etc).


José Dirceu (PT) conversava sobre o estádio do Corinthians com Luis Paulo Rosenberg

Andres Sanches, Tadeo Sanchez (primo de Andres, desde o indiciamento criminal das empresas da família, em “férias” na Espanha) e José Dirceu (PT))

Muito antes das definições do negócio que consolidou a construção do estádio de Itaquera pela construtora Odebrecht, após Andres Sanches assumir a presidência do clube, reuniões sobre o assunto eram realizadas com membros importantes do PT, entre os quais José Dirceu, que antes da “Operação Lava-Jato” era apontado como sucessor de Lula à presidência do Brasil.

Pelo menos é o que indica email, datado de 25/06/2008, interceptado pela Polícia Federal, ao qual o Blog do Paulinho teve acesso.

Nele, Julio Cesar dos Santos, sócio (e laranja) de José Dirceu (ambos foram presos na 17ª incursão da “Lava-Jato” – Operação Pixuleco), diz ao parceiro:

“1 – A Clausula do Contrato; 2- Falou alguma coisa do estádio do Corinthians com o Rosenberg ?”

Desnecessário, diante do que já foi exposto sobre os procedimentos do líder petista, dizer o que significa “negociar” com José Dirceu (PT).

Luis Paulo Rosenberg, à época, era vice-presidente de marketing do Corinthians.

Fica claro que os dirigentes do Corinthians, desde antes da Copa do Mundo, ensaiavam parceria do clube com o PT, que hoje, consumada, elevou o padrão de vida de todos os envolvidos.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: