Advertisements

Justiça Federal decidirá a vida de Andres Sanches e dos dirigentes do Corinthians

Nos últimos dias, o Blog do Paulinho revelou que o STF redistribuiu quatro ações criminais em que o deputado federal Andres Sanches (PT) é protagonista, três delas ao lado de dirigentes do Corinthians: André Negão, Raul Corrêa da Silva e Roberto Andrade.

Os advogados do presidente alvinegro torciam para que os processos fossem direcionados à Justiça Estadual, ambiente com muitos juristas ligados ao mundo do futebol.

Caíram do cavalo.

O Ministro Luis Roberto Barroso enviou os inquéritos que indicam apropriação indébita e sonegação de impostos de cartolas alvinegros no exercício de seus cargos, no Parque São Jorge, para a Justiça Federal, mais precisamente às varas de nº 4, 7 e 9.

A outra ação, que pode condenar Andres Sanches à prisão por prática de golpes apelidados “araras”, em que empresas fajutas são criadas em nome de “laranjas” com objetivo de tomar dinheiro, sem a intenção de devolver, de instituições bancárias e fornecedores, foi remetida pelo Ministro Celso de Mello ao TRF-3.

Existem outros problemas do deputado aguardando redistribuição do STF, entre as quais uma investigação por crimes eleitorais (com direito a nova utilização de empresas fantasmas), à cargo do Ministro Luis Fux, e o inquérito sobre recebimentos de vantagens durante a obra da Arena de Itaquera, em sigilo de justiça, que o Ministro Edson Fachin deverá encaminhar, muito provavelmente, ao juiz Sérgio Moro, na Justiça Federal de Curitiba.

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta


%d blogueiros gostam disto: