Advertisements

Leila Pereira humilha conselheiros do Palmeiras

Em recente reunião, madame Leila Pereira, esposa do dono da Crefisa, que ocupa cargo de conselheira do Palmeiras mesmo tendo concorrido em situação de regularidade não comprovada, deixou claro: somente investirá R$ 60 milhões no clube, em 2019, na condição de que os conselheiros aprovem a extensão do mandato de presidente alviverde, de dois para três anos.

Se não se trata de chantagem, parece.

Essa alteração, que a beneficiaria, evitando a espera de mais duas eleições para que possa concorrer à cadeira máxima do Verdão, em conjunto com a milionária proposta financeira (uma delas) demonstra, talvez, mais do que desejo, estranha necessidade de precisar estar sempre perto de negócios no futebol, campo fértil para quem tem boas intenções, mas também a quem objetiva ocultar crimes ligados ao sistema financeiro.

Ao tratar os conselheiros do Palmeiras com o ultimato exposto na postagem e convidá-los para outra reunião, dias após, com boca livre para mais de 200 deles, em hotel de luxo de São Paulo, Madame aparenta considerá-los de fácil cooptação.

Humilhação para os que sentem-se honrados em servir ao Palmeiras, mas oportunidade para quem deseja se servir do clube.

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta


%d blogueiros gostam disto: