Advertisements

Marginais da “Independente” são condenados em ação por espancamento de “organizado” da Mancha Verde

Às 23h20 do dia 20 de janeiro de 2016, cinco “torcedores’ ligados à facção “Independente” voltavam de uma partida do São Paulo contra o Flamengo, disputada na Arena Barueri, pela Copa São paulo de Juniores, quando avistaram membro da “Mancha Verde”, dentro do metrô.

Ato contínuo, pularam a catraca e passaram, ao menos quatro deles, covardemente, a agredi-lo.

Deste ato deplorável, foram condenados pelo Jecrim-SP, em penas somadas, por decisão do juiz Ulisses Pascolati Junior, os seguintes marginais:


  • Mario Sergio Guido Baldi

Um ano e cinco meses em regime aberto, com pena substituída por depósito de um salário mínimo para instituição beneficente e dois anos sem poder acompanhar jogos do São Paulo nos estádios.

  • José Bruno Cesar de Lima Silva

Um ano e cinco meses em regime aberto, com pena substituída por depósito de um salário mínimo para instituição beneficente e dois anos sem poder acompanhar jogos do São Paulo nos estádios.

  • Igor Clarindo Oliveira

Um ano e cinco meses em regime aberto, com pena substituída por depósito de um salário mínimo para instituição beneficente e dois anos sem poder acompanhar jogos do São Paulo nos estádios.

  • Alex Câmara Santos

Um ano e três meses em regime aberto, com pena substituída por depósito de um salário mínimo para instituição beneficente e dois anos sem poder acompanhar jogos do São Paulo nos estádios.


O único absolvido, por falta de provas, foi José Bruno Cesar de Lima Siva.

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta


%d blogueiros gostam disto: