Advertisements
Anúncios

Navas e Benzema garantem o Real Madrid na final de mais uma Champions League

Numa grande partida de futebol, o Real Madrid classificou-se para mais uma final de Champions League ao empatar com o Bayern de Munique, em dois a dois, após vencer o primeiro embate por dois a um na casa do adversário.

Logo aos 02 minutos, o Bayern, que iniciou o jogo pressionando, abriu o marcador com Kimmich, aproveitando-se de rara falha do ótimo Sérgio Ramos.

Foi a deixa para o Real, aos poucos, ir se soltando, equilibrando a partida.

Não tardou e, aos 8 minutos, Marcelo, pela esquerda, cruzou a bola como se fosse com as mãos na cabeça de Benzema, que, sem marcação, não perdoou, empatando em um a um.

Alemães e espanhóis, então, alternaram-se em algumas chances – não muitas – de gols, em meio a um jogo muito disputado, porém em alto nível de qualidade.

O empate parecia justo até que, aos 46 minutos, a arbitragem deixou de assinalar penalidade clara de Marcelo que colocou a mão na bola, evitando lance de perigo claro do Bayern.

Com razão, os alemães saíram de campo reclamando da barbaridade.

Iniciada a segunda etapa, o goleiro Ulreich ficou em dúvida entre pegar bola recuada com as mãos ou os pés e se atrapalhou todo, deixando o lance livre para Benzema, aos 22 segundos, marcar o segundo gol do Real Madrid.

O jogo, então, ficou aberto, com o Bayern, que precisava agora de mais dois gols, desesperado no ataque e o Real, perigosíssimo, nos contragolpes.

Num deles, aos 8 minutos, Cristiano Ronaldo perdeu gol inacreditável em nova assistência de Marcelo.

Na pressão, aos 17 minutos, após bate-rebate na área, James Rodriguez empatou o jogo e quase pediu desculpas ao torcedor do Real, equipe pela qual ainda está vinculado.

Benzema saiu aplaudido aos 26 minutos para a entrada de Bale, com objetivo de explorar a pressão dos alemães, que jogaram muito e só não fizeram o terceiro por conta de atuação histórica de Navas.

Deu tempo ainda para James Rodriguez ser substituido, há sete minutos do final, chorando, após ser ovacionado pela torcida do Real, em momento emocionante.

Os espanhóis tentarão agora a conquista da 13ª Champions League – a terceira seguida, como favoritos diante de Roma ou Liverpool, que decidirão amanhã a outra vaga da Final.

Advertisements
Anúncios

Nota do Conselho de Arquitetura e Urbanismo de São Paulo sobre incêndio e desabamento de edifício no centro da capital

Danilo Verpa/Folhapress

Do CAU/BR

O Conselho de Arquitetura e Urbanismo de São Paulo se solidariza com as famílias das vítimas do incêndio e desabamento do edifício Wilton Paes de Almeida e lamenta que a tragédia torne explícito mais um exemplo do descaso do Poder Público, em todas as esferas, com o atual quadro urbanístico das nossas cidades e com ausência recorrente de uma Política Habitacional Nacional consistente aliada a preservação do Patrimônio Histórico de São Paulo.

O edifício, projetado pelo arquiteto Roger Zmekhol, em 1961, era um dos melhores exemplos da arquitetura moderna na cidade e foi tombado, em 1992, pelo Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo.

No entanto já estava degradado por abandono, falta de manutenção e sucessivas ocupações informais e outras organizadas. Sem se entenderem, o governo, nas diversas esferas e a Justiça permitiram que o cenário fosse se perpetuando, o que adiou sua possível recuperação e nova destinação, com potencial para amenizar a precária situação habitacional do centro e dar melhor uso à infraestrutura da região.

Há muitas outras construções em situação idêntica na área. Antes que novas tragédias aconteçam, é hora de uma ação política urbana articulada, séria e eficaz a respeito. Não apenas pelos edifícios icônicos, mas sobretudo por justiça social.

(O CAU/SP representa 50 mil arquitetos e urbanistas atuantes em todo Estado e faz parte do conjunto autárquico encabeçado pelo Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil.)

Ex-candidato a vice-presidente pela oposição estaria fazendo lobby para assumir a base do Corinthians

André Negão e Osmar Stabile

O Blog do Paulinho escutou de pessoas próximas ao ex-candidato a vice-presidência do Corinthians, Osmar Stabile, que este estaria fazendo lobby para assumir a diretoria das categorias de base do clube, ainda sem gestor oficial.

A informação foi confirmada, também, por um dirigente alvinegro.

Recentemente, em reunião do Conselho Deliberativo, causou estranheza o fato de Stabile se ausentar – e não mais retornar – justamente no momento da votação das contas de 2017, aprovada pela maioria, mas com votos contrários de oposicionistas, como Roque Citadini e Rubens Gomes – seus parceiros de campanha, além da maior parte dos integrantes do grupo “Inteligência Corinthiana”.

O ex-candidato a vice estaria argumentando, para alguns, em justificativa à mudança de lado, que precisaria estar “na diretoria” para “colher informações” internamente, mesmo discurso utilizado pelo atual diretor adjunto de futebol, Jorge “totó” Kalil, quando debandou de oposicionista para situacionista e nunca mais voltou.

Atualmente (desde a gestão Roberto Andrade), a base alvinegra, de fato, ainda que informalmente, vem sendo tocada pelo contraventor Jaça, amigo de Stabile, que estaria sendo utilizado para aproximação deste com os atuais gestores.

O drama de Hypólito, da ginástica e a triste reação popular

“Foi a primeira vez que eu tive coragem de contar para minha mãe que eles (atletas) me faziam ficar pelado, e pegar com o ânus uma pilha colocando uma pasta de dente em cima. E a questão da humilhação: neste dia, quando aconteceu isso, eu tive ataque epilético, e depois, por ter tido o ataque epilético, eu não consegui fazer a prova toda”

“Pelado, depois, a gente tinha de colocar ainda com o ânus, não podia ajudar com a mão. Você tinha de se agachar, pegar a pilha com o ânus e depois deixar dentro de um tênis, em um buraquinho de um tênis. E se a pilha caísse fora, você tinha de voltar e fazer a prova de novo. Isso, eu fiquei muito nervoso com a situação acontecendo, me deu desespero”

“Os casos de bullying aconteciam regularmente, sempre com os alunos mais velhos, mas com a conivência do técnico. Eu prefiro não expor (nomes), porque não sei se eles me dão o direito. Mas foi com muitas pessoas”

(Diego Hypólito em entrevista ao JORNAL NACIONAL)


O escândalo da Ginástica brasileira, em que o treinador Fernando de Carvalho Lopes, ex-comandante da Seleção entre 2014 e 2016, foi apontado por diversos atletas como molestador sexual, tem motivado, assim como noutros casos de abuso pelo mundo todo, que novas vítimas se revelem.

Ontem, o Jornal Nacional da Rede Globo, emissora originária da denúncia, exibiu forte entrevista com o medalhista olímpico Diego Hypólito, que revelou constrangimentos sofridos ainda na categoria de base do esporte.

Segundo o ginasta, violências praticadas por atletas mais velhos, mas com conhecimento e conivência de treinadores:

“Foi a primeira vez que eu tive coragem de contar para minha mãe que eles (atletas) me faziam ficar pelado, e pegar com o ânus uma pilha colocando uma pasta de dente em cima. E a questão da humilhação: neste dia, quando aconteceu isso, eu tive ataque epilético, e depois, por ter tido o ataque epilético, eu não consegui fazer a prova toda”

“Pelado, depois, a gente tinha de colocar ainda com o ânus, não podia ajudar com a mão. Você tinha de se agachar, pegar a pilha com o ânus e depois deixar dentro de um tênis, em um buraquinho de um tênis. E se a pilha caísse fora, você tinha de voltar e fazer a prova de novo. Isso, eu fiquei muito nervoso com a situação acontecendo, me deu desespero”

“Os casos de bullying aconteciam regularmente, sempre com os alunos mais velhos, mas com a conivência do técnico. Eu prefiro não expor (nomes), porque não sei se eles me dão o direito. Mas foi com muitas pessoas”

A humilhação, que, todos sabem, não se limita à ginástica – o futebol de base tem dezenas de casos, muitos deles publicados, de treinadores obrigando jogadores a manterem consigo relações sexuais sob pena de afastá-los da equipe – por muitos anos foi praticada com aval de dirigentes (no caso de Hypólito, treinadores) que, quando não fechavam os olhos para o absurdo, tratavam-na como algo consensual.

O Blog do Paulinho acompanhou de perto o drama de familiares que pediam socorro “em off”, mas não tinham coragem de denunciar os ataques de um ex-treinador da base do Corinthians- alguns a jogadores que depois tornaram-se famosos – que somente vazou porque uma das vítimas, o jogador William, hoje na Seleção Brasileira, teve um pai que não se segurou, e, em entrevista, contou parte do que sabia.

Porém, mais triste do que a situação enfrentada por diversos atletas oprimidos, muitos deles calados pelo medo de perder a oportunidade “da vida” de tornarem-se jogadores, ginastas ou nadadores de ponta – o que facilita a ação dos pervertidos – foi a reação popular, observada por este jornalista, não apenas nestes anos todos de trabalho, mas, escancaradamente, neste depoimento de Hypólito.

“Ele gostava”, “Com esse jeito? Não deveria reclamar”, “Só falou agora é porque queria”, estão entre diversas manifestações deploráveis.

O preconceito e a maldade de quem, muito provavelmente, se comporta diante dos seus como “moralista”, “defensor da família” e outros bordões que, em regra, esconde gente de caráter pra lá de duvidoso, é também meio de ocultação de muitos destes atos, tornando essa gente tão culpada quanto os que se aproveitam dos atletas ou de qualquer pessoa obrigada a fazer o que não quer, por medos e razões diversas, entre os quais a rejeição dos próprios amigos e parentes.

Na Europa, ideia é adotar medidas contra os abusos de agentes no futebol

Alexandre Pato em mesa com Andres Sanches e Kia Joorabchian, em São Paulo

Da ISTO É

O fracasso das novas leis levou diferentes entidades a proliferar reuniões na Suíça para tentar restabelecer um diálogo e um processo que possa levar a uma adoção de novas regras. Dentre as possibilidades, discute-se a volta do sistema antigo com agentes licenciados exclusivamente pela Fifa e a implementação de um limite de comissões para empresários com margem que varie entre 5% e 10%. As novas medidas devem entrar em vigor a partir do dia 1.º de junho.

Para David Seligman, um dos principais agentes europeus, o atual sistema desregulamentado pode gerar um abuso de muitos destes intermediários, principalmente diante de jovens jogadores estrangeiros que desembarquem na Europa.

Mel Stein, que criou na Inglaterra a Associação de Agentes de Futebol, também é um forte crítico das leis estabelecidas em 2015. Em sua avaliação, a imposição de um teto para o valor retido pelos intermediários poderia “destruir aproximadamente 50% dos negócios” dos membros de sua associação.

Os números confirmam que, de fato, a medida adotada em 2015 pela Fifa não funcionou. De acordo com a entidade máxima do futebol, intermediários ficaram com US$ 213 milhões (R$ 734 milhões) em 2013, como resultado de vendas e compras de jogadores no mundo. Em apenas cinco anos, o valor dobrou e, no ano passado, os agentes acumularam uma renda de US$ 447 milhões (R$ 1,5 milhão). Deste total, US$ 125 milhões (R$ 431 milhões) estão na Inglaterra, seguido por Itália, Alemanha, França e Espanha.

Números colhidos ainda pela Comissão Europeia revelam que, entre 2013 e 2017, os agentes acumularam uma renda de US$ 1,6 bilhão (R$ 5,5 milhões).

Hoje, nomes como Jorge Mendes, Kia Joorabchian e Pini Zahavi teriam o controle de jogadores que, juntos, valeriam um total de mais de 2 bilhões de euros. Segundo a revista Forbes, Mendes sozinho teria uma “carteira” de 102 atletas, entre eles Cristiano Ronaldo, e uma fortuna pessoal avaliada em US$ 72 milhões (R$ 258 milhões).

Na avaliação da Fifa, o novo sistema teria como objetivo evitar a lavagem de dinheiro. Mas, para os críticos, ao deixar o controle sobre esses intermediários nas mãos das federações nacionais, a realidade é que se estaria criando um “faroeste” no mercado global do futebol.

Canal do Blog do Paulinho no YouTube está com endereço novo. Assine Já !

O endereço do Blog do Paulinho no YouTube mudou porque alguns incomodados com o trabalho reclamaram ao site, simultaneamente, sobre nossas postagens.

Tática de guerrilha.

Punidos, perdemos, até então, mais de onze mil seguidores, que precisarão assinar novamente nosso canal para ter acesso aos milhares de vídeos, que estamos repostando, um a um (trabalho de uma semana).

Tenho certeza que os. em média, mais de quarenta mil acessos diários do Blog do Paulinho darão resposta à intimidação.

Conto com seu apoio, divulgação e adesão !

Pra ter acesso a conteúdos exclusivos do Blog do Paulinho assine o novo canal do YouTube:

https://www.youtube.com/channel/UCnXAUTE_6g1nLKYo2yE8WXQ

(clique no botão “Inscreva-se” e, se quiser, no “sino” ao lado, para ser avisado sempre que houver novas postagens


Ajude o Blog do Paulinho doando BITCOIN para a carteira:

171yZG4ZxoYnLNPT2WqLMhcExbcQcGWjZK


Outras mídias sociais do blog:

Twitter: @blogdopaulinho

Facebook: http://www.facebook.com/blogdopaulinho.com.br/

Instagram: http://www.instagram.com/blogdopaulinhooficial

WhatsApp: (11) 98402-3121

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: