Advertisements
Anúncios

Manifesto que lançou campanha de Tuma Junior no Corinthians foi recusado por dois candidatos

Em setembro, o candidato a presidente do Corinthians, Romeu Tuma Junior, assinou texto denominado “Pacto de Sangue”, tratado até hoje como alicerce de sua campanha, distribuído-o depois, como se fossem suas propostas, para associados alvinegros.

Tratava-se de um embuste.

O autor verdadeiro do manifesto foi um conselheiro alvinegro, tão mal-afamado quanto.

Semanas antes, o mesmo documento havia sido oferecido a outros dois candidatos, que recusaram-se a publicá-lo.

Não é a primeira apropriação de texto de Tuma Junior, que, de fato, tem dificuldades em lidar com a lingua portuguesa.

Outra enganação é o tal “Compromisso de Campanha” supostamente registrado em cartório, como se fossem grandes inovações oriundas da cabeça do ex-delegado, quando, em verdade, não passa de cópia, com mínimas alterações, de projeto semelhante, da eleição anterior, do então candidato Ilmar Schiavenatto (agora vice de sua chapa), impugnado à época, acusado de fraudar a lista de conselheiros.

Confira, no vídeo abaixo, gafe de Tuma Junior ao relembrar o episódio de cassação da candidatura de seu, ainda, aliado político:

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: