Proposta de Tuma Jr. para CIDs do Corinthians, vetada por Dória, era indecente bravata eleitoral

Durante a semana, noticiou-se que o vereador Eduardo Tuma (PSDB) apresentou emenda, ditada por seu parente mais famoso, Romeu Tuma Jr., objetivando nova liberação de CIDs da Prefeitura que seriam utilizados na quitação do estádio de Itaquera.

http://www1.folha.uol.com.br/esporte/2017/12/1943126-corinthians-quer-usar-r-350-mi-em-cids-para-negociar-divida-com-a-caixa.shtml

Tratava-se de bravata eleitoral.

Com uma candidatura a presidente do Corinthians que não decolou (pesquisas circulantes no PSJ colocam-no em 5º lugar entre cinco candidatos), Tuma Jr. tem feito o diabo para aparecer na mídia.

A proposta, sabe bem o ex-delegado, não teria qualquer chance de ser aprovada.

O objetivo, porém, nem era que fosse, mas a repercussão que lhe colasse a fama de que “tentou salvar o Corinthians”, mas não deu certo por “culpa do Prefeito”, que ontem mesmo, tratou de vetar a imoralidade.

A manobra, indecente em todos os sentidos (utilizar dinheiro público para pagar estádio privado), que era para ser uma “bomba”, teve efeito de “bala de festim”, servindo apenas para desnudar, novamente, um vereador desfrutável, aliado a um parente que precisa do Corinthians para ressuscitar, politicamente, uma “reputação”, tratada pelo próprio, como “assassinada”.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Uma ideia sobre “Proposta de Tuma Jr. para CIDs do Corinthians, vetada por Dória, era indecente bravata eleitoral

  1. Deixa ver se entendi, o cara protestou pra te tirar sa cadeia, deve ter ajudado de alguma forma a fazer vc sair e vc tá metendo o pau nele?? Ou eu to errado ??

    Paulinho: Está errado… nem tudo é o que parece ser…

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.