Anúncios

Archive for 9 abril, 2017

Depoimentos que tratam Andres Sanches como bandido já estão no STF

abril 9, 2017

Para saber mais sobre o caso:

STF acolhe pedido de Rodrigo Janot e manda investigar Andres Sanches (PT) por crime de “arara”

STF acelera ação criminal contra Andres Sanches (PT) e suposta quadrilha

Anúncios

Blog do Paulinho #102

abril 9, 2017

Santos fatiará jogadores com grupo de Kia Joorabchian

abril 9, 2017

O Santos confirmou ter tomado empréstimo de R$ 13,2 milhões com o empresário Giuliano Bertolucci, sob pretexto de quitar pendências com os jogadores.

É bem mais do que isso.

Bertolucci é tratado por relatórios da PF e do MPF como preposto do iraniano Kia Jooranchian, e, dentro do elenco do Peixe, agencia diversos jogadores (no profissional e na base).

Em cópia exata da manobra realizada por dirigentes do Corinthians com o agente de jogadores Fernando Garcia, o empréstimo, em verdade, trata-se de dissimulação para fatiar outros atletas com o grupo citado, utilizando-se, posteriormente, da desculpa de falta de dinheiro para honrar o compromisso.

Neste tipo de acordo, o clube perde sempre muito dinheiro enquanto todos os envolvidos, dirigentes e empresários, sempre obtém alguma vantagem.

Imprensa tem que se virar para narrar jogos no Morumbi

abril 9, 2017

Distância da cabine de imprensa para os jogadores no Morumbi

Assessor de Andres Sanches responde a ex-vice do Corinthians que rompeu com o deputado

abril 9, 2017

Andres Sanches, André Negão e Mané da Carne

Publicamos, ontem, desabafo do Dr. Felipe Ezabella, ex-vice-presidente de Esportes Terrestres do Corinthians, que rompeu com o grupo capitaneado pelo deputado federal Andres Sanches (PT), após anos de parceria.

https://blogdopaulinho.com.br/2017/04/08/ex-vice-presidente-rompe-com-andres-sanches-e-detona-diretoria-do-corinthians/

No texto, o advogado detona a atual gestão alvinegra.

Ontem, o conselheiro alvinegro Manoel Ramos Evangelista, vulgo Mané da Carne, que foi assessor de Andres Sanches na mesma diretoria do clube da qual Ezabella era dirigente, procurou o blog para responder:

“(…) opinião de “advogadinho” para nós não tem importância! Nunca fez nada para o clube, a não ser aproveitar do mesmo!”

“Agora quer tirar uma de herói! Herói do que, doutorzinho ?”

Mané da Carne esteve, na última partida do Corinthians no estádio de Itaquera, com toda a família na Área Vip da Arena – o mais caro – segundo informações, sem que lhe fosse cobrado o ingresso, local em que deverá repetir o passeio no dia de hoje, oportunidade interessante para que a situação seja esclarecida, pessoalmente, pelas partes.

CBDA, CBF e COB

abril 9, 2017

(trecho da Coluna de JUCA KFOURI, na FOLHA)

Não é que pescaram o ex-presidente da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos Coaracy Nunes por corrupção com dinheiro público?.

Pescaram e puseram no aquário, presinho da silva.

Já não era sem tempo depois de ele assumir a CBDA em 1988 em nome da alternância no poder e ficar no posto até outubro de 2016, quando foi afastado pela Justiça.

Faça as contas, ou melhor, deixe que sejam feitas aqui, porque são nada (sem trocadilho) menos de 28 anos no poder.

A operação Águas Claras da Polícia Federal não poderia ser mais cristalina e enche de esperanças quem sabe que a CBDA é peixe pequeno perto da CBF e do COB, a primeira espertamente com pavor de dinheiro público, porque dele não necessita, e o segundo um escoadouro nebuloso do seu, do meu, do nosso suado dinheirinho.

Corrupção se faz, no entanto, com quaisquer dinheiros e é aí que entram o FBI, a Justiça americana e a suíça para demonstrar como a Fifa, a Conmebol e a CBF se esbaldam em tenebrosas transações há décadas de desfaçatez e impunidade.

Para demonstrar cabalmente que a Terra é redonda e se move o “Jornal Nacional” repercute o que tantos veículos impressos e na internet há anos denunciam: há mais do que algo de podre nos reinos de Zurique, sede da Fifa, do Rio de Janeiro, sede da CBF e do COB, e de Assunção, sede da Conmebol, a Confederação Sul-Americana de Futebol, no Paraguai.

Resta esperar que as autoridades brasileiras não esperem as improváveis saídas das fronteiras do país de cartolas como o ex-presidente da CBF, Ricardo Teixeira, e do atual, o Marco Polo que não viaja, ambos temerosos de terem o mesmo fim de José Maria Marin, em prisão domiciliar em Nova York à espera de julgamento que vem tentando driblar sem sucesso.

Dizem na Fifa em seu desesperado esforço de aparentar novos tempos, tempos de limpeza, que só Marco Polo, entre os citados pelo FBI, segue no poder no futebol mundial.

Cabe às autoridades do patropi pôr fim ao privilégio.

Como cabe lembrar que o COI também se dispôs à limpeza, mas seu presidente fugiu de voltar ao Brasil com medo da polícia.

Não só a gatunagem dos dirigentes explica desempenho dos atletas

abril 9, 2017

Da FOLHA

Por MARILIZ PEREIRA JORGE

Em qualquer lugar do mundo minimamente decente, a prisão dos dirigentes da CBDA (Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos) deveria ter sido um escândalo. No entanto, pouca gente parece ter se chocado, talvez porque ninguém tenha ficado surpreso. Qual é a novidade, certo?

Perdemos a capacidade de nos indignar com as denúncias, com as prisões, com os montantes desviados. Por muito menos, os suecos tiveram uma semana movimentada na segunda quinzena de março porque um deputado usou verba pública para pagar oito viagens de trem de caráter pessoal, uma refeição, água, vinho e um pacote de amendoim. Total do delito: R$ 3.800. O político já devolveu o dinheiro, mas segue investigado.

Falamos de R$ 40 milhões, no caso da CBDA. É possível que pareça dinheiro para pagar amendoim, quando olhamos os bilhões recuperados pela Lava Jato. Mas isso representa cerca de um terço do investimento declarado pela entidade na preparação da natação brasileira para a Rio-2016, quando o Brasil deixou os Jogos sem nenhuma medalha, ªfaçanhaº que não acontecia desde a Olimpíada de Atenas, em 2004.

Foi o maior investimento da história da CBDA e agora sabemos que uma parte escandalosa desse dinheiro foi roubada, segundo o MPF (Ministério Público Federal). Mas não apenas a gatunagem dos dirigentes explica por que o desempenho dos atletas foi tão decepcionante.

Logo depois dos Jogos, Cesar Cielo, que ficou fora da Rio-2016, mas é três vezes medalhista olímpico, criticou a falta de projeto da entidade e também a forma como os investimentos na preparação da equipe de natação foram feitos. Era sabido que o Brasil seria sede desde 2009, o que aumenta a pressão por resultados, mas apenas em 2014 o dinheiro começou a aparecer, quando não havia mais muito o que fazer, segundo ele.

Ou seja, o problema vai além da corrupção, esbarra num velho conhecido, a falta de habilidade dos gestores. Casos assim deixam evidente que o esporte brasileiro é reflexo da nossa política, o retrato fiel da incompetência movida a fraude.

O ex-presidente da CBDA Coaracy Nunes, preso esta semana com mais dois dirigentes, já havia sido afastado em setembro do comando da entidade, acusado de fraudes em licitações e malversação de dinheiro público.

Em novembro, o desembargador Nery da Costa Júnior derrubou a liminar que determinava o afastamento.

Mas vejam só como são as coisas: em 2011, o tal desembargador foi alvo de investigação da Corregedoria do CNJ (Conselho Nacional de Justiça) por venda de sentenças. O processo foi arquivado em 2015 pelo então presidente do CNJ Ricardo Lewandowski.

A única coisa que nos dá um pingo de esperança de que as coisas mudem é que tem gente que ainda se indigna, briga, peita a sujeirada. Foi lindo o desabafo da nadadora Joanna Maranhão, no Instagram: ªShot de repositor e jacuzzi pra comemorar a prisão da diretoria da CBDA pela polícia federal. Meu dedo coça pra marcar um certo treinador que disse que `não iria se posicionar, porque podia ser tudo uma manobra da oposição’ o senhor, treinador chefe, seus atletas e todos que corroboraram com fuga e silêncio, tem sua parcela de culpa, viu? Recado dado, justiça feita.º

Que seja feita. Antes tarde do que nunca.


%d blogueiros gostam disto: