Advertisements
Anúncios

Outro preposto de Fernando Garcia quer receber fortuna do Corinthians na justiça

Fernando Garcia e André Negão

Revelamos, ontem, que o agente de jogadores Fernando Garcia, para dissimular participação em ação de cobrança contra o Corinthians, no valor de R$ 500 mil, utilizou-se de empresa preposta, a B2F Marketing Esportivo Ltda.

Fernando Garcia utiliza-se de preposto para cobrar R$ 500 mil do Corinthians na Justiça

Mas não parou por ai.

Na última quarta-feira, Garcia abriu novo processo contra o clube, desta vez em nome de uma de suas “barrigas de aluguel”, o Sociedade Esportiva Vitória, mais conhecido como “SEV Hortolândia”, existente apenas no papel.

Neste caso quer receber R$ 1.163.713,03.

Esperto, trata o termo “comissionamento”, como “transação” do jogador Petros, que sequer sabe em que lugar do planeta está localizada a cidade de Hortolândia.

Vale sempre a pena lembrar que à ocasião deste e de outros negócios, Fernando Garcia – que não tem coragem, aparentemente, de expor o nome e relacionamento com o Corinthians – era conselheiro do Timão, assim como seu irmão, Paulo Garcia, dono da Kalunga, principal investidor das campanhas políticas de Andres Sanches (PT) e André Negão (PDT), o primeiro, “dono” extra-oficial do clube, o segundo, vice-presidente alvinegro, ambos acusados de receber “vantagens” da Odebrecht na construção do estádio em Itaquera.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
Powered by
%d blogueiros gostam disto: