Anúncios

Archive for 5 fevereiro, 2017

Ex-promessa do Corinthians esclarece tratamento do clube a seus jogadores mais novos

fevereiro 5, 2017

giovanni

Frequentador assíduo das finais da Copa São Paulo (na última foi campeão), o Corinthians, inexplicavelmente, quase nada acrescentou deste trabalho à equipe principal.

Em regra, quando não negociados antes de profissionalizarem-se, as promessas acabam encostadas.

O torcedor do clube, inteligente, já percebeu que boa parte do que existe de melhor na base alvinegra está loteada à dois grupos de empresários, Giuliano Bertolucci/Kia e Fernando Farcia/ART, por vezes com a participação de ‘prepostos” úteis, entre os quais o inqualificável André Campoy.

Entrevista do jogador Giovanni (ao UOL), que foi campeão mundial, ainda menino, no banco do Corinthians de 2012 (treinado por Tite) é absolutamente esclarecedora, tanto no que diz respeito aos procedimentos do submundo reinante no Parque São Jorge, quanto às equipes habitualmente utilizadas para esconder as sacanagens da direção alvinegra (são citadas a Ponte Preta e o Tigres/RJ – que tem um deputado ligado a Andres Sanches que até patrocínio fajuto ajudou a colocar na camisa do Timão).

Abaixo, os principais trechos:

“Não consigo entender o empréstimo de 2013 para a Ponte Preta. Eu jogava no (Campeonato) Paulista, fui para a seleção no Torneio de Toulon e quando voltei tinha três propostas e me disseram que eu precisava escolher uma das três. O pessoal me disse que era para eu ter uma experiência e dar uma rodada. Eu escolhi a Ponte Preta e depois não tive a oportunidade de voltar”

“Em 2015, o Atlético-PR fez uma proposta de compra e o Corinthians não aceitou. Eu não era aproveitado e não quiserem me vender. Me obrigaram a ir jogar no Tigres-RJ (ano passado). Eu tinha outras propostas e praticamente fui obrigado. Se eu não fosse, terminaria meus sete meses ou oito meses que tinha de contrato apenas treinando em separado. Me disseram ‘ou vai para o Tigres ou treina separado’, então fui para lá. Eu tinha proposta do Campeonato Paulista, de quatro ou cinco clubes, tinha do futebol paranaense e do goiano.”

O agente de Giovanni – que hoje está no São Bento – à época do Corinthians era Giuliano Bertolucci, citado pelo MPF como preposto de Kia Joorabchian, que somente fecha negócios, no alvinegro, em sociedade com o deputado federal Andres Sanches (PT).

Anúncios

Blog do Paulinho #94

fevereiro 5, 2017

Flávio Adauto contra-ataca: “negociação (do Corinthians com Drogba) foi excessivamente amadora”

fevereiro 5, 2017

flavio-adauto

O diretor de futebol do Corinthians, Flavio Adauto, após semanas sendo humilhado, principalmente como o início das tratativas, que não deram ceto, do Corinthians para a contratação do marfinense Drogba, sendo tocadas por um agente de jogadores (André Campoy – preposto de Andres Sanches) e um ex-dirigente, demissionário do marketing, desabafou:

“Lá atrás eu dizia que ele não viria e eu tinha uma convicção que foi confirmada. Depois de quase 20 dias de conversas, de informações desencontradas, acabou assim. Torci contra? De jeito nenhum. Gostaria até que ele viesse. Mas, para que o jogador venha, tem que ter os pés no chão, ser profissional, e o início da negociação foi excessivamente amadora”

Vale lembrar que, em sequencia, o presidente alvinegro, Roberto “da Nova” Andrade, mesmo negando a ingerência de terceiros, assinou documento autorizando Franck Assunção – empresário apelidado “Dick Vigarista”, a dar sequência ao negócio.

Adauto, que em momento algum sequer palpitou sobre a transação, agora, discretamente, regozija-se.

Leila da Crefisa começa a ser “multada” no Palmeiras

fevereiro 5, 2017
Leila Pereira e Paulo Serdan

Leila Pereira e Paulo Serdan

Cientes de que Leila Pereira, apelidada “Uma Linda Mulher”, casada com o dono da CREFISA, tem flertado com Deus, o Diabo e o Talvez para alcançar o objetivo de ser, mesmo em situação irregular, conselheira do clube (objetivando posterior disputa à presidência), os chupins do Palestra Itália começaram a se movimentar.

Várias são as “multas” recebidas pela candidata.

Para quem não sabe, “multa” trata-se de gíria para achaques ou pedidos de dinheiro, normalmente, indesejáveis para o “credor”.

Fontes do clube garantem que muita gente tem frequentado a “lojinha” da Leila, em frente à Arena Palestra, no intuíto de resolver ou amenizar problemas pessoais.

Pedidos de emprego, pagamentos de contas, cargos, etc.

A “linda mulher” tem se virado, quando pode, com o tradicional “vamos ver”, mas, por vezes, é obrigada a ceder a alguns desejos, principalmente os de “malas” antigos do clube, que apesar de inexpressivos, são profissionais em difamações de honras nas alamedas do Parque Antártica, tudo o que Leila quer evitar, ainda mais com a “bagagem” que já possui, ampalmente divulgada não apenas na internet, mas facilmente consultável em sites dos principais Tribunais brasileiros.

leila-crefisa-casa

As mentiras e os idiotas

fevereiro 5, 2017

bobodacorte

A falta de civilidade de um povo altamente corrupto, no DNA, que é o brasileiro, aliada à conhecida falta de cultura e educação reinantes, fazem de boa parte dessa gente, emporcalhadores da internet, os idiotas úteis perfeitos para a propagação de mentiras e desrespeitos.

Para “abastecê-los” em sua ignorância, diversos espertalhões criaram portais que vivem única e exclusivamente de propagar mentiras, e ainda ganham dinheiro com isso, através de banners que remuneram por acessos.

Os idiotas são cooptados pela própria estupidez e, vez por outra, com a mescla de discursos – embutidos nas inverdades – que alinham-se com seus pensamentos.

Encontramos, abaixo, exemplo claro da relação entre “mentirosos” e “idiotas”.

Um grupo de facebook denominado, espertamente, como “Eu quero o Lula na cadeia”, desejo de boa parte da população (eis o atrativo), publicou a seguinte lorota, sem dar a menor importância para a maldade cometida com alguém que acabara de morrer:

“Marisa é fotografada na Itália e médicos confessam farsa de morte com caixão lacrado”.

Apesar do absurdo ser evidente, de cara, 33 idiotas compartilharam (número que vai se ampliando em efeito dominó), entre os quais um tal de “Raimundo Aderaldo”, que, no limite extremo da incapacidade intelectual, vomitou:

“kkkkkk agora vamos ver se a PF vai abrir esse caixão antes do corpo ser incinerado para conferir se é farsa ou não”.

Acreditem, este comentário, ainda mais imbecil do que a “notícia”, teve, de ínício, 75 “curtidas”

noticia-falsa

Afronta à dignidade humana

fevereiro 5, 2017

Vergonha

Da FOLHA

Por ROBERTO KALIL FILHO

Infelizmente, são comuns no Brasil, e em especial na rede pública, queixas de médicos e de outros profissionais de saúde sobre jornadas extenuantes de trabalho, afastamento da família, salários incompatíveis com uma vida digna e muito aquém do esforço, da dedicação e da responsabilidade exigidos pela carreira.

Fora isso, também são vítimas de violência por parte de pacientes ou acompanhantes que responsabilizam os médicos por todas as consequências produzidas pela doença.

Tais situações, evidentemente, comprometem a saúde física e mental desses profissionais e geram o desalento que os afasta de seus pacientes, o que acaba por punir justamente os mais necessitados, aqueles que já vivem nos limites da dignidade humana.

No entanto, quando afrontam a ética, quebram o juramento de Hipócrates proclamado ao receberem o título de doutor e compartilham publicamente segredos e sentimentos a eles confiados, os médicos violam um dos princípios mais sagrados da profissão, o sigilo médico.

Essa situação ocorreu recentemente com a divulgação pelas redes sociais de exames e dados clínicos não autorizados, além de comentários desairosos sobre pacientes públicos. O caso revela um dos lados perversos do comportamento humano, reprovável e absolutamente inadmissível para quem se apresenta como médico.

Pior ainda é testemunhar esses profissionais serem movidos por sentimentos menores e ideologias político-partidárias, fazendo apologia à morte, como lamentavelmente observamos na última semana.

O texto da jornalista Cláudia Collucci publicado nesta Folha na quinta (2/2) acerta no ponto nevrálgico sobre o tema: atitudes como essa merecem punição. Impossível tolerar que pacientes corram o risco de virar motivo de escárnio entre médicos inescrupulosos.

As direções de hospitais e unidades de saúde precisam ser firmes e punir esse tipo de comportamento antiético de forma exemplar, eliminando das instituições elementos que profanam o princípio do sigilo e do respeito devido a qualquer ser humano.

Também têm obrigação de denunciar imediatamente aos conselhos profissionais esses desvios, para a aplicação de sanções pertinentes.

O juramento de Hipócrates é claro: o médico deve guardar absoluto respeito pelo ser humano e atuar sempre em seu benefício. Jamais utilizará seus conhecimentos para causar sofrimento físico ou moral, para o extermínio do ser humano ou para permitir e acobertar tentativa contra sua dignidade e integridade.

Os cidadãos, quando buscam um serviço de saúde, principalmente quando precisam ser internados, seja em enfermaria ou na terapia intensiva, normalmente chegam fragilizados, não somente pela doença mas também pelo temor em relação ao que os espera.

Hospital, receio da dor e do imponderável, medicações desconhecidas, dor imposta por exames invasivos, cirurgias, agulhas, tubos e sondas são possibilidades tenebrosas que ninguém em sã consciência aceita calidamente.

As incertezas são muitas na fase de hospitalização; por isso a atitude dos profissionais de saúde tem o papel de resgatar a vida e dar dignidade à existência.

É urgente que os gestores da área da saúde pública ou privada desenvolvam estratégias robustas para envolver os médicos não somente nas políticas internas de humanização das instituições mas também no respeito ético para com seus pacientes. A dignidade humana deve ser inviolável.

ROBERTO KALIL FILHO, cardiologista, é professor titular da Faculdade de Medicina da USP e diretor de cardiologia do Hospital Sírio Libanês


%d blogueiros gostam disto: