Advertisements
Anúncios

Após comprar casa de R$ 1,2 milhão em dinheiro, vice-presidente do Corinthians foi acusado de enganar corretora

Desde que assumiu a diretoria de Marketing do Corinthians, a vida financeira do atual vice-presidente do clube, Luis Paulo Rosenberg, progrediu acentuadamente.

Em 2009, procurou a corretora de imóveis, Marlene Ingrid Chazin, no intuito de trocar seu flat, localizado na Rua Conselheiro Brotero, São Paulo, avaliado em R$ 300 mil, por uma residência que atendesse seu novo padrão de vida.

A profissional indicou-lhe um imóvel na Rua Bauduína, no valor de R$ 1,2 milhão.

Rosenberg fez então a proposta de R$ 900 mil, mais o flat, recusada pelo então comprador.

Dois anos depois, o sonho de consumo não havia ainda desaparecido da cabeça do novo milionário corinthiano.

E, sem pestanejar, Rosenberg procurou novamente o dono do referido imóvel, que ainda se encontrava a venda em 2011, fechando negócio pelo mesmo R$ 1,2 milhão, desta feita, em dinheiro vivo.

Logo depois, informada de que o negócio havia sido fechado sem que fosse avisada do ocorrido, a corretora entrou com ação de cobrança de sua comissão, que, segundo a própria, havia sido acertada em 8%.

Rosenberg e o vendedor do imóvel se juntaram em depoimento e trataram por desqualificar a profissional, que tinha apenas um acordo verbal com as partes.

A origem do dinheiro de Rosenberg para efetuar a compra e o motivo dele não ter sido, aparentemente, depositado em instituição bancária ?

Para quem acompanha os bastidores dos negócios realizados pelo departamento de marketing do Corinthians nos últimos anos, a resposta é absolutamente desnecessária.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: