Andres Sanches utilizou-se de “laranja” para esconder apartamento da ex-esposa

andres sanches bobo da corte

No ano de 2001, período em que Andres Sanches, então funcionário do departamento amador do Corinthians, começou a desviar jogadores do clube para o Palmeirinha de Porto Ferreira, entre outras negociações, um senhor de nome Abel Gatti comprou apartamento, em Campinas, pagando R$ 90 mil de entrada, parcelando os R$ 30 mil restantes.

Ou seja, R$ 120 mil.

Gatti é o nome que aparece como sócio de Andres Sanches em algumas empresas de fachada, entre elas a ZNOVA, do grupo da SALAMANDRA, factoring que deve R$ 150 milhões de Imposto de Renda ao Governo.

http://blogdopaulinho.com.br/2012/12/01/lavagem-de-dinheiro-factorings-ligadas-a-andres-sanches-devem-r-150-milhoes-em-imposto-de-renda/

Cinco anos depois, assim que a separação do ex-presidente do Corinthians foi concretizada, não havia mais motivos para esconder a operação.

E o referido imóvel, foi repassado de Gatti para Andres Sanches, pelo valor de R$ 110 mil.

Talvez tenha sido o único, em todo o Brasil, que ao invés de valorizar, ficou mais barato no período citado.

Vale lembrar que em 2006, Sanches já era “parceiro” de negócios do grupo de Kia Jooranchian, na intermediação de jogadores de futebol.

Certamente o episódio da ocultação do imóvel de Campinas, além de comprovar a estreita ligação entre Andres Sanches e seu “laranja”, influenciou a partilha de bens com sua ex-esposa, que pode, a partir dessa revelação, ser reavaliada novamente.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.