Advertisements

Desesperado, Andres Sanches chantageia Governo para finalizar “Fielzão”

Após a negativa da liberação do empréstimo do BNDES, por falta de garantias de pagamento, dirigentes corinthianos entraram em desespero.

Todo o discurso sem verdade e arrogante de Andres Sanches transformou-se em ameaça ao Governo, utilizando-se da paralisação das obras do “Fielzão”, que impediriam sua utilização no Mundial 2014, como chantagem para obtenção de recursos.

Confira mais detalhes abaixo, em matéria de Lauro Jardim, publicada hoje, na coluna Radar, da VEJA.

ITAQUERÃO PODE PARAR

Problemas de financiamento

Apesar de ontem ter dito em alto e bom som que desafiava a Odebrecht a paralisar as obras do Itaquerão (leia mais em Andrés versus Odebrecht), Andrés Sanchez, ex-presidente do Corinthians, botou o pé no freio, caiu na real e mudou de posição. Fala Sanchez:

– O Corinthians e a Odebrecht já combinaram: se até 30 de outubro o BNDES não liberar o financiamento e a prefeitura não fizer o mesmo com o Certificado de Incentivo de Desenvolvimento, as obras param.

Sanchez falou o que não devia. Sentiu a pressão e teve que recuar.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: